quarta-feira

A malta corredora e as suas discussões


ou então podes dar a tua opinião ... como quiseres ... só lê quem quer

Trail vs Estrada, Competir vs "turismo", Mal preparado vs Bem preparado, Maratona <3h, Preços das Provas
São estes os principais focos de discussão nas redes sociais entre a malta corredora – acho que me devo estar a esquecer de alguns mas estes eu vejo a passar-me à frente de quando em quando com opiniões bastante extremadas de ambos os lados das barricadas, discussões acesas que só não dão em porrada porque os argumentos acalorados são escritos num qualquer computador, tablet ou smartphone a uma distância de segurança considerável. Pelo menos é com essa a imagem que eu fico.
São opiniões dizem, e todos tem direito a ela … certo. Concordo desde que se respeite as opiniões dos outros, mesmo sendo completamente contrária à nossa e não se parta para o gozo e o insulto como tem acontecido. 
Também quero dar a minha opinião sobre os assuntos acima … 

Trail ou Estrada??? E porque não Trail e Estrada? Eu adoro os dois … não consigo escolher nem quero saber qual o mais difícil, mais completo, mais exigente, que tem o melhor espirito, mais camaradagem… que se foda isso tudo. Eu adoro correr (e caminhar) por trilhos e adoro correr na estrada. E quem gostar mais ou apenas de trilhos está muito bem, e quem só gosta de comer km de alcatrão está muito bem na mesma ... ahhh ... e o Killian será sempre mais lento que o Kimetto na Maratona de estrada e o Kimetto mais lento que o Killian no UTMB ou outra do género... acho eu!!! E vocês, o que acham?... 

Competir vs "turismo" … ui, um tema que está ao rubro nas últimas semanas e envolve mais a  malta do trail. Eu admiro as máquinas que ganham provas, que fazem uma Ultra em metade do tempo que eu preciso para concluir – vou ver as médias e fico estupefacto e a imaginar como é possível conseguir algo do género com aquelas subidas, aquelas descidas cheias de pedras soltas e escorregadias, travessias de cursos de água … que maquinões, fantástico mesmo. No trail sou um trambolho, até subo razoavelmente bem mas a descer sou uma lástima, provavelmente o pior de todo o pelotão nacional do trail – isto aliado a não ser um "atleta" (sou atleta ou jogger??? .. não quero saber) verdadeiramente dotado (mas sou esforçado), ter um problema grave no joelho direito e não treinar um caraças (e comer mal e porcamente para um “atleta”) - pronto, chega de desculpas esfarrapadas. Depois ainda tenho a puta da mania de apreciar as paisagens, de gostar de tirar fotos e de conhecer pessoas pelo caminho. Mesmo assim ainda chego bem dentro dos limites impostos pela organização o que faz de mim um finalizador (ou “finisher” que é mais fino) de todo o mérito. Podia chegar meia hora mais cedo à meta? Podia ser 376º em vez de 402º e subir 3 lugares no meu escalão? Talvez … mas serve-me de quê?. E se eu tivesse aptidões para discutir lugares do pódio??? Muito provavelmente seria diferente … quase de certeza que seria porque sou competitivo (ahhh, que horror, já viram ... eu a competir) … mas não tenho essas aptidões … por isso eu encaro as provas de trail de forma mais descontraída, é como eu quero e ninguém tem nada a ver com isso, desde que cumpra com os regulamentos das provas. Tal como eu não tenho nada a ver com quem quer chegar o mais rapidamente possível à meta. E já vos digo, que mesmo devagar devagarinho, a maior parte das vezes chego todo empenado na mesma J
Mal preparado ou Bem preparado ... não faço ideia de quantos corredores existem em Portugal. Pelo que se vê pelas provas haverá com certeza umas largas dezenas de milhares de portugueses a praticar corrida semanalmente. E quantos destes tem um treinador, um nutricionista devidamente formados e experientes que os oriente para uma determinada prova e cumprem o programa? Quase nenhum, aposto. Porque custa dinheiro, exige tempo e ainda muita motivação e força de vontade que a maioria não tem. Existem excepções? Sim ... mas são poucos. A grande maioria corre em grupos de treino, baseia-se no que vai lendo pelas redes sociais  ou em opiniões de colegas mais experientes. Estará correcto? O mais provável é que não. A discussões que tenho visto por aí prendem-se mais com provas longas, muito nas provas da moda (Miut, Abutres, etc) que esgotam rapidamente, onde existem um grande número de desistentes. Pelos vistos existe muita gente "mal preparada" que chega lá e passa as passas do Algarve para terminar ou então não terminam - e existem muitos outros (a maior parte gente "bem preparada" e experiente) que criticam estas posturas. Eu pergunto ... alguém nasceu experiente e a saber tudo? Não tivemos que fazer o nosso caminho, fazer erros, bater de frente no muro para depois "crescer" e melhorar ou então desistir de vez? Vejam aqui o texto do Filipe Torres sobre uma destas discussões, com a qual concordo a 100% - vindo de alguém experiente, que se "prepara bem" ... vale mesmo a pena ler ... aqui ... e não há mais nada a dizer.

Maratona <3h … mas estas discussões não são exclusivas da malta do trail, na estrada também é cá cada discussão daquelas de bradar aos céus.  Aquela de há uns tempos atrás em que só seria Maratonista quem fizesse os 42,195km em menos de 3h é um bom exemplo. Todo o resto da malta faz “Jogging” ou caminhada segundo um iluminado que só por acaso já fez a Maratona abaixo das 3h – o Haile Gebreselassie podia dizer que só é Maratonista quem faz menos de 2h10 (para dar alguma margem J) -  já fiz 11 Maratonas (das verdadeiras com a distância oficial e uma de 11km em Roma J) e o meu melhor tempo é 3h14 … matei-me para conseguir esse tempo e o mais provável é nunca na vida conseguir baixar as 3h e tonar-me Maratonista “verdadeiro” J . Mas acho que consigo melhorar o meu tempo e vou fazer por isso, sabem porquê? Porque na estrada encaro a maior parte das provas de forma competitiva!!! Surpresa … afinal aqui o Perneta é competitivo!!! E gosto de ganhar a um gajo em particular … e mim mesmo … e olhem que não é nada fácil porque eu sou um osso duro de roer J … se tiver uma boa luta durante uma prova de estrada com outro atleta e se isso me ajudar a ganhar-me também não viro a cara à luta e tento melhorar aquele segundinho que pode fazer a diferença para mim porque pódios e prémios na estrada são tantos como no trail, ou seja, como cabelos de sapo, bola, zerinhos … por acaso é mentira pq ganhei 5 eurosrecentemente numa prova e estou sinceramente a ponderar viver da corrida J … tal como no trail cada um que corra como bem entende, de faca nos dentes tentando chegar o mais rapidamente possível à meta ou com aquele grupo de amigos do ginásio a fechar o pelotão a fazer a festa. Quanto aos tempos na Maratona ... se  o regulamento diz 6h como tempo limite e eu chego dentro desse tempo não é preciso dizer mais nada ... concorde-se ou não.
* Será que Fidípides correu em todo o percurso da primeira Maratona da história ou também caminhou? Será que fez abaixo das 3h? 

Preços das Provas – outro tema interessante e com discussões permanentes. Facto é que a corrida se tornou num enorme negócio, desde os equipamentos às provas que proliferam por estes montes e estradas fora. E qual é o problema? É a lei do mercado … oferta e procura. Ninguém é obrigado a correr com uma sapatilhas de 150 ou um relógio de 500 euros que até nos diz quando devemos ir à casa de banho. Existem sapatilhas muito mais em conta para quem não pode ou não quer pagar e para correr nem é preciso relógio – o melhor atleta do meu clube tem um relógio de pulso normal, para ver as horas apenas e ainda há uma semana fez 1h14 na Meia de Cortegaça. Sim, eu uso Nimbus que são carotas (porque gosto, sinto-me bem com elas e felizmente posso pagar). O mesmo se aplica às provas … com o boom de corredores começaram a surgir empresas que se dedicaram à organização de provas de forma profissional com o intuito de gerar lucros e ainda bem – e com a procura os preços começaram a subir e a malta a pagar. Qual o problema? Se vocês puderem vender algo a 10 vão vender a 5??? Pois não. Por isso, se acham uma prova cara não vão … procurem outras a preços mais acessíveis que achem que justifique o “investimento” J porque felizmente existem muitas. A conversa de que os organizadores ficam ricos à custa das provas é uma enorme treta – até existem algumas poucas organizações que ganham bom dinheiro mas é merecido, trabalharam para isso, conseguiram colocar provas de sucesso de pé e agora estão a lucrar com isso – é fruto do trabalho dessa malta. O tempo encarregar-se-á de fazer a selecção natural das provas, de separar o trigo do joio. E quem quiser pode sempre se dedicar a organizar boas provas, a custos muito reduzidos que a malta agradece. E se não quiserem mesmo pagar nada, juntem um grupinho de amigos e vão para os montes ou estradas correr – aproveitem enquanto ainda não se paga imposto por isso.
mas alguém nos obriga a ir???


Resumindo e concluindo … deixemo-nos de merdas … cada um que corra onde e como quiser e puder. Preocupemo-nos connosco e deixemos os outros em paz. Há espaço para todos e sejamos realistas - algum de nós vive à custa da corrida (salvo raríssimas excepções)? Á 2ª feira lá vai cada um de nós para o seu trabalhinho que é isso que nos dá de comer ... ahhhh ... antes que esqueça ... se quiserem, usem as T-Shirts das provas à vontade … é para isso que existem, para serem usadas, com ou sem orgulho na façanha … e se servirem para que mais gente se motive a juntar-se ao pelotão de corredores tanto melhor - quantas vezes é que já vieram ter contigo por causa de uma camisola que vestia a perguntar como foi essa prova, se valeu a pena, que um dia também gostariam de participar ... já me aconteceu várias vezes.
Trilho ou estrada, mais rápido ou menos rápido … eu é que sei de mim e ninguém tem nada a ver com isso!!!

Vou ali fazer uma corridinha e já volto ... e não sei se levo a T-Shirt de uma das Ultras que fiz, uma das Maratonas de 42,195km, quem sabe a dos 11km de Roma ou a da Caminhada Canina do Continente de 2014 ... é a que estiver por cima e me servir porque tou gordo...


12 comentários:

  1. Bom apanhado! Concordo com todas as tuas opiniões. A maior parte dos pontos são questões recorrentes, volta não volta lá se fala outra vez das mesmas coisas. Uma frase que usaste nos últimos parágrafos resume tudo muito bem: deixem-se de merdas!

    ResponderExcluir
  2. Faltou ai a discussão Magnun Vs Calippo no final das Meia Maratona das Pontes em Lisboa :)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :):):) ... não conhecia essa.
      Aquele abraço

      Excluir
  3. Há uns anos, vi um filme chamado "Culpa humana" com a Nicole Kidman e o Anthony Hopkins.
    O filme é de 2003, tem portanto 15 anos, e tem uma frase que considero cada vez mais actual.
    É uma senhora de idade que diz a um rapaz mais jovem, numa conversa descontraída sobre o momento: "Sabe qual é o grande problema? É que as pessoas estão cada vez mais estúpidas. Mas ao mesmo tempo mais opiniosas!".

    Essa frase diz bem de todos os temas que referes e que é muito bem encerrado com o último cartoon que publicaste.

    E nada mais digo pois há coisas que fazem sair o pior de mim e não quero que isso suceda.

    Um grande abraço e tomara que muitos tivesses um décimo da tua lucidez nas análises!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha aí está uma frase que resume tudo tb, e infelizmente não só na corrida.
      Aquele abraço

      P.S. Felizmente acho que somos muitos com sensatez.

      Excluir
  4. Eu prefiro nem me meter nessas confusões. Tenho as minhas opiniões e penso que na maior parte estão de acordo com as tuas.

    A frase que o João disse é perfeita. É que já não há paciência para aturar certas conversas que se vêm nas redes sociais.

    Correndo o risco de estar a puxar para o meu lado competitivo, sabes o que é que eu te digo? Se falassem menos e treinassem mais...

    Deixem-se de merdas.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ... eu não tenho nada a ver com os outros. Cada um que treine o que quiser, logo que não prejudique ninguém.
      Fácil.
      Abraço

      Excluir
  5. Epa já não aqui à algum tempo.
    Nunca este texto fez tanto sentido. A malta gosta é de discutir... é que acho. Sempre a reclamar dito e daquilo. Ultimamente até já ouvi "o speaker nem falou de mim quando passei a meta!" WTF????
    Mas olha, cada um sabe de si.
    E eu sei bem porque ando aqui ... para me divertir!!! Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mai nada ... beijinho Piolha e gostei de ter ver por aqui :)

      Excluir
  6. Não existo nas redes sociais excepto nestes comentários de mais uns tascos selectos e selectivos e é até ser banido!

    Por isso, WTF (em inglês, muito in, já que existem joggers e runners)????

    Acho que a malta que comentou antes de mim já escreveu tudo.

    Santa paciência, deem é mais atenção aos de casa, aos amigos, treinem mais e deixem-se de merdas (estou apenas a parafrasear-te, que eu não digo nem escrevo palavrões, ou como dizia o meu irmão aos meu saudoso pai, está no dicionário.)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estiveste mais longe de ser banido deste :P
      :):):)
      Forte Abraço Helder

      Excluir