sexta-feira

CCC ... falta uma semana...

 
Daqui a exactamente uma semana, se tudo estiver a correr dentro do previsto, devo ter quase 9 horas e meia de prova feita. Estou em "estágio" por terras algarvias até domingo, e na 3ª feira da próxima semana sigo para Chamonix.
 
Fiz a preparação possível. Quem acompanhou este cantinho, sabe que corri muito nestes 8 meses de 2016 ... sem planos, ao sabor do vento - foi uma preparação correcta? O mais provável é que não, mas acho que fiz o suficiente para poder acabar a prova em condições normais . Foram ca.2500km e 165.000m de desnível acumulado. Atingi a minha melhor forma de sempre, muito resistente e sempre a recuperar bem. Pelo meio muitos recordes pessoais a cair por larga margem, uns danos colaterais sempre bem-vindos.
 
Estou confiante em conseguir chegar ao fim, que é o meu objectivo único. Sempre com respeito pela montanha. Espero ter um dia bom e que consiga ter o discernimento de ir tomando as decisões certas ao longo da empreitada. Afinal é apenas isto.
 
Posto isto, resta-me agradecer a todos vós, que de uma forma ou outra me foram apoiando durante estes meses de CCC no horizonte - e foram tantos - sou um grande privilegiado nesse aspecto. Nem sabem a importância que têm, e vão ter durante as longas horas que vou passar pelos Montes Claros. Acreditem que vos "levo" comigo.
 
Ainda dou noticias antes de "embarcar". Abreijos!!!

terça-feira

Circuito Trail Santa Maria da Feira - Trail de Santo André



No domingo passado realizou-se o Trail de Santo André, a 4ª e última etapa do Circuito de Trail de Santa Maria da Feira.
A organização esteve a cargo do CAL, com os devidos apoios da Camara e de alguns amigos de fora do clube. Nos “cornos” do touro estiveram desta vez o Filipe Fontes, o Orlando e como sempre o Domingos. Eu e a restante Pernetada entramos um bocadinho mais tarde para dar uma mãozinha no trabalho no terreno, e como sempre tb assumi a “comunicação” com a malta que se ia inscrevendo, através de infindáveis mails de que muita gente se queixa, mas eu sou assim … chato pra caraças.
E que bonita festa foi! Dos quase 300 inscritos, apareceram bem mais de 200 bravos que não tiveram receio em enfrentar os trilhos que preparamos com a forte caloraça que se fazia sentir. Tivemos duas distâncias na ementa – uma de 11km e outra mais longa de 22km. Depois de Canedo, Caldas S.Jorge, Sanguedo era a vez de Santa Maria da Feira e arredores (S.J.Ver, Sanfins) receber uma etapa. Não havendo serras, rios e outras coisas tais que a malta gosta, havia que fazer a omelete com os ovos de que dispúnhamos – inevitável algum alcatrão, atravessar estradas e até a linha de comboio (o Vouguinha) – mas, modéstia à parte os percursos estavam bem catitas, e mesmo sem desníveis terríveis (o mais longo tinha “apenas” 600m D+) o percurso era bem ondulado – o chamado “mói pernas” -  todos os créditos vão para o Filipe e para o Orlando.
No sábado andamos a marcar o que faltava (o Filipe e o Orlando já tinham o trabalho feito a 90%) e a colocar alguns cartazes de perigo. Recebemos muitos elogios pelas boas marcações do percurso – mesmo assim houve uns poucos que se enganaram e fizeram mais uns km no percurso mais curto (penso que por distracção).




No que me diz respeito, e como não tínhamos voluntários para dar uma mãozinha, não fui correr e assumi não só fazer de fotógrafo em algumas partes do percurso, como tb ficar responsável pelo abastecimento dos 11km do percurso mais longo. Depois de corredor/organizador em Canedo, vassoura na etapa das Caldas, participante em Sanguedo chegava a hora de novas experiências – e adorei, pq me deu oportunidade de “chagar” a cabeça a cada um que tinha o azar de se cruzar comigo J

tudo pronto ... venham os convidados ... 

a dupla responsável pelo percurso ... Filipe e Orlando ..  


DJ Perneta-Mor e DJ Brunage ... sempre a "bombar" 




... uma espécie de Eddie :) 




uma dupla de 1972 ... melhor ano de sempre .. colegas de infância que a corrida voltou a juntar ao fim de quase duas décadas 


sigaaaaa..... 

o meu posto de "trabalho" ... acho que comi mais do que eles todos juntos... 














Resumindo, foi uma bela manhã com muita gente boa para juntar corrida ao ar-livre com convívio. Muitos sorrisos, muita brincadeira, muita gente que deu o litro para se superar e nós organizadores muito felizes por tudo ter corrido bem – o feedback tem sido muito bom.
Aproveito para agradecer a presença de todos, sem esquecer um agradecimento muito especial pelas contribuições alimentares que com certeza irão melhorar os dias de algumas famílias necessitadas da nossa região. O senhor dos Passionistas que veio levantar os alimentos estava surpreendido por serem tantos, e não cabia em si de contente. A malta da corrida é assim – malta boa e solidaria! 



















Quem tiver interesse em ver mais algumas fotos pode fazê-lo através deste link
Com esta etapa chegou ao fim o Circuito de Trail de Santa Maria da Feira, uma ideia que surgiu do Domingos e da Camara da Feira, que nos desafiou a coloca-la em prática. Tenho muito orgulho em ter feito parte deste projecto desde a primeira hora – a primeira reunião foi em Fevereiro deste ano, entre o Domingos, o nosso presidente Xô Dias e a minha pessoa. Nesse dia foram lançadas as bases para o Circuito, convidadas outras pessoas de outras associações a juntar-se ao projecto e passar a ideia a realidade. Deu trabalho, com certeza que deu e muito, mas também muitas novas experiências e a possibilidade de conhecer montes de gente nova, fazer novos amigos com os quais partilho o mesmo gosto pela corrida, neste caso em trilhos. E confirmou o que eu já sabia – tenho um grupo de amigos únicos, cada um à sua maneira foi importante, e ajudaram a colocar as coisas a andar – sem eles não teria sido possível – Os Pernetas foram directamente responsáveis pelas etapas de Canedo e de Santa Maria da Feira, e ainda demos uma mãozinha nas Caldas – tudo feito de forma desinteressada. Obrigado pessoal – não é Perneta quem quer, é preciso ter o espirito para isso (e um problema grave no joelho J) – é um orgulho fazer parte deste grupinho de amigos.
Uma palavrinha de grande apreço pelo Domingos, mentor do projecto. Acho que dificilmente se vê alguém de uma entidade estatal (neste caso da Camara Municipal de Santa Maria da Feira) com tamanha dedicação, literalmente a colocar a mão na massa lado a lado com a restante malta. O facto de ser um apaixonado pela corrida ajuda com certeza, mas mesmo assim foi extraordinário. É um Perneta de direitos adquiridos, um dos nossos!



Penso que estarão lançadas as bases para fazer crescer este projecto em 2017. Teremos que ver. Uma coisa é certa – os Pernetas estarão disponíveis para o que for preciso. E outra certeza é que em 2017 teremos os Trilhos dos Pernetas como prova oficial – o sucesso destas organizações deu-nos a confiança para avançarmos também com este projecto – já há data  - 1 de Maio 2017 – coloquem na agenda.