sexta-feira

Reunião de Pernetas por dentro



Muitas vezes tenho abordado aqui o assunto Pernetas, a família que somos, o espirito Perneta e essas cenas que assim escritas vale o que vale. Só quem está por dentro é que consegue sentir e perceber quando dizemos que "não é Perneta quem quer".

Ontem foi dia (neste caso noite) para a primeira reunião oficial para os Trilhos dos Pernetas 4.7 - edição "anda cá que eu não te aleijo" que se vai realizar no dia 1 de Maio 2020. e correu benzinho ...


 





Fomos 13 os que puderam estar presentes, entre nós uma auto-proclamada Perneta Rookie, que teve a ousadia de entrar na história Perneta ao elaborar a primeira acta ao fim de tantos anos - e isto sem ninguém lhe pedir, porque nenhum Perneta algum dia se ia lembrar de registar em acta o que foi tratado - até ontem.

Ler esta acta é a melhor forma de vos dar uma ideia do que se passa nas nossas reuniões … querem ver uma reunião por dentro … estejam à vontade …

Acta by Marlene

--------------------------------------------------------------------------------------------
Queridos Pernetas,
Fiz uma acta da reunião de ontem.
É o que me lembro... a minha memória não é grande coisa... principalmente
com tanto álcool :))))
Fica o registo!
Beijinhos. 
Data/hora: 21/11/2019 21:15
Local: Casa dos pais do Mor. 
Membros presentes:
Américo, Badolas, Bruno, Carlos Mor, Elísio, Fernando Castro, Flávio
Marleninha, Melo, Nuno Lima, Nuno Pereira, Serafim e Zé Grande.  

 Assuntos discutidos:
-> A mãe do Carlos fez docinhos de côco. Estavam muito bons. Não sobrou
nenhum. Obrigada D. Teresa.

-> Vamos ter prendas lindas: sweats cinzentas com o logotipo dos Pernetas
impresso (não colado) em preto (veludo).  Já disse que as acho lindas? 
E entristece-me dizer isto, mas só ficou bem ao Américo! Todos os outros
decidiram pedir um tamanho acima ao que inicialmente haviam indicado. 
 
-> O Badolas não sabe fazer arroz, mas sabe comprar arroz do bom para
dar ao cão!
 
-> Vão ser feitas 100 t-shirts promocionais para o evento "anda cá
que não te aleijo", foi escolhida a cor XXXXXX (que o Bruno diz que não é bem XXXXXX) com 11 votos a favore 2 abstenções. A alternativa, a cor XXXXXX, não teve quaisquer votos a favor.
 
-> O Nuno Lima não sabe a diferença entre uma ovelha e uma cabra! Ainda
referiu, olhando para uma foto de uma cabra preta, e passo a citar: "isso
é uma ovelha tosquiada".
 
-> Foi informado, em modo de ditadura, que as t-shirts do evento
"anda cá que não te aleijo"  serão de cor lXXXXXX! E haverão
modelos masculino e feminino. O modelo feminino tem um bico grande, e o
masculino tem um bico pequenino.
 
-> Os Pernetas foram chamados de racistas, mas o Fumo contínua a gostar
de nós!
-> A XXXXXXpreferida da maioria foi a que tinha a cor de madeira mais escura.  
-> O Badolas já foi sozinho para um museu por estar seriamente amuado
com os amigos.
 
-> O prémio finisher está muito giro, mas o Elísio sugeriu que a
montanha tivesse uma forma mais fálica, pois alguém achou que se podia magoar
ao sentar-se naquele cume pontiagudo. Foi avisado que haverá, a seu
tempo,  uma noitada para colar peças.
 
-> O Fernando levou biscoitos 'hungaros', são os meus preferidos....
estavam BONS! Comi muitos! Hoje devo estar maior um bocadito aqui na zona das
ancas, mas estou feliz e consolada!
 
-> Vão abrir as inscrições no dia 01/12/2019. Só haverá um preço, não há
fases promocionais, para não vir aquele 'amigo' XXXXXX pedir descontos para 15 pessoas!
 
-> Houve muito pouca gente a fazer o TPC de ler o regulamento e dar
sugestões! Malandros!
-> O Fernando candidatou-se para ser vassoura da caminhada. 
-> A meta vai-se manter tal e qual na rampa em que sempre foi! E quem
quiser XXXXXX e fXXXXXX à chegada terá que XXXXXX!
 
-> Sobre o evento F.O.D.A., ficou decidido que se vão oferecer bifanas
no final, debaixo das bancadas no estádio. O Bruno vai cozinhar as bifanas e o
Badolas não vai fazer o arroz. As bifanas serão XXXXXX no «não me lembro bem do nome ?Feira10?» XXXXXX
 
-> O Bruno foi vestido de amarelo-Lharosa, o que deixou alguns membros
indispostos.
-> Se o bebé do Fumo nascer uns dias antes da data prevista, o Flávio
terá que fazer trancinhas e pintar-se de negro! O que depois dá jeito quando
formos para junto das ovelhas, porque tem que haver sempre uma ovelha negra.
-> O Bruno, na qualidade de speaker, sugeriu colocar alguém com um
telemóvel a avisar que estão a chegar os primeiros atletas. Foi sugerido como
localização o último abastecimento, O Zé Grande sugeriu na fundição, e eu
lembrei-me daquele cruzamento a seguir à fonte onde costumam roubar fitas
(assim também controlam as fitas).
-> Já temos a ementa para o jantar de Natal, o Mor a seu tempo há-de
partilhar.
-> O Zé Grande está sozinho para os trabalhos deste Domingo, portanto
diz que não vai precisar de pau.
-> O Hélder continua longe. 

quarta-feira

Maratona do Porto 2019 - a lista da vergonha




Foi publicada uma lista de desqualificados da Maratona doPorto!!!  A chamada lista dos batoteiros – provavelmente já todos vocês tiveram oportunidade, tal como eu, de a analisar à lupa, pois a lista foi amplamente divulgada e partilhada pelo mundo das redes sociais. E quase todos encontramos nessa lista pessoas que conhecemos, infelizmente.

Uma coisa é encontrar montes de nomes que não nos dizem nada, outra é ver gente que conhecemos. No meu caso são alguns, não muito chegados felizmente, mas conhecidos deste mundo das corridas.

A crucificação pública foi imediata, sem piedade e é bem feito. Eu não consigo entender porque é que há pessoal que faz batota, só para ganhar alguns minutos, para receber uma medalha … pior, tirar fotos a trincar a dita cuja, colocar nas redes sociais e deixar-se parabenizar por algo que não fizeram, que não mereceram. Como será que esta gente adormece à noite? Eu imagino … devem sentir um vazio daqueles grandes, e por muito que não tenham escrúpulos não acredito que se sintam bem na hora de tentar fechar os olhos sabendo que são uma fraude.

A divulgação desta lista não deixa de ser polémica, pois desperta algumas questões legais. Eu sou totalmente a favor por um simples motivo – pode ser que em próximas corridas as pessoas pensem duas vezes antes de tentar enganar os outros e a si próprios. É uma vergonha imensa fazer parte desta lista. …




No entanto também chego à conclusão que esta lista não tem apenas batoteiros. Desta lista fazem parte alguns nomes de pessoas que foram inocentes na abordagem desta Maratona, de pessoas que estavam inscritas e que por diversas razões apenas foram fazer parte para ajudar amigos e caíram na asneira de cortar a meta, não numa de enganar mas de puro inocência, levadas pelo entusiasmo de ajudar um amigo ou familiar. Deviam ter tirado o dorsal, deviam ter ficado a 20m da meta e voltar para trás? Sim, deviam. Aprenderam da pior forma ao ver o seu nome nesta lista da vergonha.

E se eu vos disser que o meu nome poderia perfeitamente constar desta lista? Confesso que fui inocente, eu com tantos anos disto e que prezo tanto a verdade desportiva e abomino quem faz batota!!!  Eu explico … como sabem eu estava inscrito para a Maratona e não pude ir por lesão. Ponderei ainda ir fazer os 15km com o dorsal da Maratona mas não fiz porque na altura acho que nem 3 ou 4km aguentava – só por isso. 

Acontece que um dia antes um amigo meu descobriu que afinal não estava inscrito na Family Race, o clube tinha esquecido de o incluir. Esse amigo queria muito acompanhar uma amiga e eu cedi-lhe o meu dorsal. Ele participou com o nome de Carlos Cardoso, fez os 15km na companhia da amiga, descontraído, participando na festa e cortou a meta. Por mero acaso não foi classificado como outros que se inscreveram na Maratona e por estarem fora de forma fizeram igual. Bastava o meu amigo ter feito mais do que 2h09 nos 15km – o que acontece - e lá estaria o meu nome nesta listagem. Confesso que quando me enviaram a listagem tive esse receio.

Parabéns à organização pela coragem – que sirva de exemplo a outras organizações e incentive a fazer o mesmo. Que sirva, como já referi mais acima, para que quem tenha tendência para a batotice não participe (e não fazem falta nenhuma) e por fim que sirva para que pessoas honestas não sejam inocentes e pensem duas vezes antes de fazer asneiras. Eu aprendi a minha lição!!

domingo

X-MAS F.O.D.A. 2019 - by Pernetas & #fazfumo


Pois é … este ano a nossa Pernetada de Natal vai ser especial. Todos os anos costumamos fazer um treino de Natal entre a Família Perneta e vamos convidando algumas equipas amigas - foi assim com os BYL, com os Pernetas genéricos e com os Montemorrows ou lá como se chamam, entre outros.

Este ano é diferente … este ano decidimos fazer um evento aberto a todos. Será um evento gratuito e solidário, em que pedimos aos participantes que tragam bens alimentares ou de higiene que mais uma vez reverterão para a D.Mercado, mercearia social de Canedo que ajuda as famílias mais carenciadas desta região. Um dos nossos objectivos é encher as prateleiras deles e assim proporcionar um Natal um bocadinho melhor a essas famílias.

Mas o evento deste ano é ainda mais especial, pois é coorganizado pelo Hélio Fumo … sim, esse mesmo!!! O Fumo já organizou muitos treinos solidário, mas sempre pelo sul … o próximo é já dia 8 de Dezembro em Monsanto … e há algum tempo mostrou interesse em organizar a norte … e porque não juntar o útil ao agradável? Pernetas & Fumo … espero que ele aguente :):):)

E assim nasce o X-MAS F.O.D.A. - antes que se ponham com pensamentos pecaminosos a gente explica ...

X-MAS - acho que não é preciso explicar!!!

F.O.D.A. - Fumo´s Organization for Dynamic Athletes 

Este evento só podia ter este nome.

As inscrições são limitadas pois existe uma logística para assegurar e porque os organizadores também querem participar. O evento foi lançado ontem e já foram tomadas quase metade das vagas que disponibilizamos.

Por isso, se queres participar tens que te despachar … aqui o link para o formulários de inscrição obrigatório.

Estamos a preparar várias surpresas!!! Tenho a certeza que vai ser mais um evento épico com a chancela dos Pernetas e com a cereja em cima do bolo, que é ter o Hélio Fumo conosco - sabiam que ele é um Perneta? Neste momento ainda é Perneta raso, mas quando fritar os ovos dos Trilhos dos Pernetas 2020 vai entrar oficialmente na família Perneta :)

O Fumo é um fixe e tem as características certas para fazer parte da família. Só é pena correr pouco!!! 

Vamos .. aparece … vai ser a puta da loucura!!!

terça-feira

Afonso, um futuro Maratonista



Deixei esta pequena história para fechar o capitulo Maratona do Porto.

Apresento-vos o Afonso. O Afonso é um rapazola ali de Matosinhos e o pai, o Francisco, é um Maratonista. A mãe, a Márcia, ainda não corre mas um dia vai correr – ela é que ainda não sabe o que é bom J.

O Afonso é nosso amigo, um grande amigo da Pikinita que o acompanha quase desde que nasceu, mas também meu desde há algum tempo para cá.

Encontramos o Afonso com os pais na Pasta Party e conversa puxa conversa ficou combinado o Afonso fazer alguns km com a Pikinita no dia seguinte.

E assim foi … no dia M lá estava ele em frente a casa dele em Matosinhos – sim a Maratona passa em frente à casa do Afonso – até aqui nada de novo porque no dia da Maratona ele costuma estar ali a ver passar os malucos e para apoiar o Pai. Mas hoje vai ser diferente … hoje vai correr um bocadinho também.

E correu, não sei bem quantos km mas terão sido uns 4 ou 5 pelas ruelas de Matosinhos até ao retorno e volta a casa. Eu não vi, mas chegou-me aos ouvidos que foi um sucesso com muita gente a meter-se com ele e a incentiva-lo … adorou … e aguentou-se bem o que não é novidade nenhuma pois de vez em quando acompanha o pai em treinos mais curtos.

Muitos parabéns Afonso!!! Por encarnares tão bem o espirito da Maratona … quem sabe, daqui a uns anitos não segues as pisadas do teu pai e corres tu uma Maratona ou melhor ainda … fazes uma Maratona lado a lado com o teu pai!!!  É uma bela ideia não é? Eu tenho a certeza que ele ia adorar e tu também.

E um dia destes experimentas um trail com a Dora J

P.S. e nós os dois ainda temos uma futebolada por fazer – temos que marcar isso J

segunda-feira

Maratona do Porto 2019 - desta vez foi por fora



Isto de assistir a uma Maratona do Porto de fora é como diz o outro, “uma faca de dois legumes” J

Já passou uma semana e já estava para escrever sobre este tema há uns dias, mas entretanto fui para a Alemanha em trabalho e a falta de tempo ditou o resto.

Há umas semana atrás tinha deitado a toalha ao chão – ia falhar a primeira vez a Maratona do Porto desde a minha estreia na distância rainha em 2011. O que me pareceu que iria ser uma dor de cabeça até que nem foi assim tão difícil – eu tenho uma qualidade (por incrível que possa parecer encontrar uma qualidade em mim J) – tenho uma certa facilidade em andar para a frente, de ver o copo meio cheio e arranjar outra motivação que me obrigue a andar e não a ficar a remoer nos assuntos. E assim foi … não ia haver Maratona para mim por dentro mas iria estar presente por fora a apoiar os muitos amigos que iam marcar presença.

A ideia inicial incluía a família Perneta – íamos montar um abastecimento extra entre o km 39 e 41 com cerveja, bifanas entre outras coisas – além de vuvuzelas, buzinas, gaitas, tarjas, bandeiras planeamos umas vestimentas pretas da “morte” e uns cartazes a dizer “o FIM está próximo” J … íamos ajudar a malta a enfrentar o bocadinho que faltava e carrega-los se fosse preciso. Infelizmente as previsões de tempo de chuva e frio inviabilizarem este plano – não dá para estar parados tantas horas por ali. Fica para uma próxima.

Fiz o programa habitual, todo … passei grande parte de sábado de manhã na Feira da Maratona e fui como sempre à Pasta Party. Ao estacionar junto da Alfândega e ao ver aquela azáfama habitual dos atletas para levantar os dorsais começou a “cheirar” a Maratona e ao mesmo tempo a dar-me aquela tristeza de saber que amanhã por aquela hora não ia estar a passar ali naquelas ruas. O que vale é que comecei a encontrar muita gente conhecida que me distraíram na maior parte do tempo. Havia outra coisa que me deixou um pouco saudosista – faltavam ali os meus compinchas do CAL – aquele núcleo duro que durante anos fazia uma festa por ali não estava – eu era o único. Mandei uma mensagem para o grupo “para o ano isto tem que mudar – tenho saudades nossas aqui”. Estava com a outra família, a dos Montemorrows ou lá como se chamam e onde me sinto em casa também – mas os meus fizeram-me falta  J   




Á noite voltou a tradição de um jantar de bloggers em minha casa. No ano passado tinha falhado (nem sei bem porquê), mas este ano lá estivemos a conviver um pouco entre comes e bebes entre malta que gosta de dar à perna e escrever sobre isso. De salientar que o pessoal do sul fica muito em conta nestas coisas de jantares de véspera de Maratona J … gostamos muito de vos receber lá em casa João, Mafalda, Isa, Vitor, Inês e Rui J
Gente boa :)

Boa gente :)

No domingo pouco passava das 8h e lá estava eu junto da Anémona, no meio de centenas de pessoas devidamente equipadas para correr. Que sorte, gostava tanto!!!  Enquanto estive com a malta a coisa até que foi pacifica, a partir do momento em que me despedi deles e fiquei “sozinho” é que a coisa ficou meia difícil. Senti-me sozinho no meio de uma multidão tão grande – é a única forma de explicar o que estava a sentir. 

se virem um destes éspecimens fujam, se tiverem o azar de os encontrar aos 3 juntos é o fim

3 pra Maratona, 3 pra family race e um pró passeio … a Familia CAL (falta o Joel que não gosta de se misturar ou então teve que ir cag… - era só para rimar)

Familia Montemorrow ou lá como se chamam … muito gostam de tirar fotos com a gente

isso … aturem-na … um bocadinho a cada um não custa nada

Faltavam apenas uns minutos … posicionei-me à entrada da rotundo do Castelo do Queijo para ver a partida.

Quando se deu a partida o chip mudou para um estado meio eufórico e parvalhão … ver aquela multidão a iniciar uma Maratona teve esse condão, vesti a farda do “apoio à malta” e comecei a deambular entre Castelo do Queijo, Zona do Queimódromo, Rotunda da Anémona e a baixa de Matosinhos. Tive pena não me ter lembrado de ligar o meu relógio … não fiz uma Maratona, nem perto, mas acho que não terei andado muito longe de uma Family Race J

com a neura ...

começouuuuuu….


Fartei-me de bater palmas, de tentar incentivar o pelotão, individualizando sempre que via alguém conhecido … por falar nisso, não é nada fácil encontrar quem se quer no meio do pelotão … vocês correm muito rápido páh J … tb me fartei de levar “troco”, a Maratona dos 11km continua bem viva J

Mas lá ia vendo quem queria e eram muitos, entre eles a Pikinita que andava lá no meio a divertir-se. Já corre sem grandes problemas, está recuperada mas também teve juízo – não tinha treinos para fazer uma Maratona confortável e foi correr a Family Race em modo “chagar os outros” J

festa é festa...


grande João … mais uma :)

Isa e Vitor … depois dos 100km de Abrantes de há duas semanas isto pareceu um aquecimento


Depois da malta passar novamente no Castelo do Queijo a coisa acalmou … os Maratonistas foram dar uma volta grande pelas margens do Douro no Porto e Gaia antes de voltar, enquanto que a malta da Family Race se preparava para acabar as suas provas. Houve ali um vazio … e voltou aquele sentimento estranho de saudades de correr esta Maratona. Fui tomar um café para passar o tempo e fui-me colocar no final da Avenida Brasil para ver passar os primeiros. 
quando os amigos não se esquecem de ti 

outro que este ano teve que faltar à chamada mas não se esqueceu de mim ..

eu próprio não me esqueci de mim :)

O tempinho estava excelente para correr, estava fresco mas seco. Achei pouca gente a assistir … lembro-me de passar ali nas edições anteriores e ter muito mais gente, pelo menos foi essa a minha impressão. Continuava meio abatido … 

… sabem que no inicio do ano tinha um grande objectivo para esta Maratona, não costumo treinar especificamente para a Maratona, só o fiz nas primeiras duas ou três … desde aí que a Maratona está sempre no meio de uma montanha de outros desafios que impossibilitam tentar ver o que valho mesmo nesta distância. Num mundo perfeito teria estado a treinar com afinco desde Agosto, e num mundo perfeito daqui a menos de uma hora estaria a passar onde estava naquele momento, a cerrar os dentes e a voar para um tempo muito próximo das 3h. Mas o mundo não é perfeito J

Fui “salvo” pelo Xico Rebelo, que andava como eu a deambular pelo percurso da Maratona a apoiar os amigos. E ali estivemos a ver passar os primeiros “cavalos” … aqueles pés mal tocam no chão … aqui já se passava muito espaçado entre atletas, raramente eram mais do que um ou dois … muitos tinham “lebres”, amigos que os puxavam nestes últimos km para ajudar a atingir os objectivos … foi giro. 

Entretanto o Xico foi-se embora e eu fiquei ali outra vez “sozinho” entregue aos meus pensamentos … agora estava nervoso … aguardava o balão das 3h com ansiedade … aquele balão (ou bandeira neste caso) representa o que eu acho ser o meu limite, isto num mundo perfeito que dificilmente existirá mas que eu um dia gostaria de tentar conseguir … mas não era por isso que eu estava ansioso … estava um pouco antes do km 41 e tinha alguns amigos que hoje estavam a tentar conseguir baixar as 3h pela primeira vez … entre eles dois Joões, o Sousa e o Moreira … tinham treinado bem, tudo indicava que iria ser possível … tinha visto o Sousa muito bem à frente do balão, mas isso foi aos 12 ou 13km. O outro, o Moreira tb o tinha visto mas ligeiramente atrás do balão por volta dos 8km. Era muito cedo …

Lá vem o "balão" ali ao fundo com alguns poucos atletas em redor … vejo mal ao longe mas a silhueta e a forma de correr do Sousa é inconfundível, devo reconhecer … infelizmente não o vejo nesse grupo, o Moreira tb não … aquilo mexeu comigo, eu estava convicto que iam conseguir … nem cheguei a ficar triste, não tive tempo … lá vinha o Sousa, um pouco atrasado, a dar tudo o que tinha e que naquela altura já não era muito … incentivei o máximo que pude, nem sei bem o que lhe disse e ele nem pestanejou … sabia que não iria conseguir mas ia ficar perto … foram 3h02 o que é fantástico numa 2ª Maratona … na próxima é de certeza meu menino. Mais azar teve o Moreira … achei estranho não o ver, quando passou o balão das 3h30 comecei a deslocar-me para a meta, sempre de costas … a ver a malta passar e a incentivar sempre que possível - lá passou o Américo e um monte de Montemorrows, cada um ao seu ritmo.
Isto cansa meus amigos … as minhas palmas das mãos já doíam pra caraças … nem sinal do Moreira … mais tarde fiquei a saber que uma lesão no Aquiles o obrigou a desistir … é pena, mas pelo menos parece não ser nada de muito grave – é recuperar bem e apostar numa próxima.

Fiquei o resto do tempo na subida final antes de a malta entrar no Queimódromo para acabar a prova … espectacular ver a malta a chegar, aqueles rostos que misturam sofrimento, prazer e uma alegria imensa são fantásticos e várias vezes me deram aquele friozinho na espinha e obrigaram-me a travar o suor dos olhos … ali sim, já havia muita gente a assistir, embora continue a achar o público tuga muito apático … a grande maioria está ali só a ver.

Destaco o meu menino, o Bruno … decidiu correr a Maratona umas 3 semanas antes e sem treinos praticamente nenhuns … utilizou a estratégia perneta em que tem um mestrado e acabou, um bocado fodido (desculpem mas é o termo certo), mas acabou … havia dúvidas??? É o maior o meu menino J

o Bruno ia-me mantendo ao corrente da prova dele, que além das idas à casinha meteu paragens para beber finos
Fiquei até ca.das 5h20 da Maratona … gostava de ter ficado mais, gostava de ter visto chegar o João Lima, o Serafim, a Isa e o Vitor mas tive que abalar. Tinha compromissos, primeiro um almoço rápido com os Montemorrows e depois ainda havia trabalhos (quando mudas de casa não há fins de semana) e uma mala de viagem por fazer – no dia seguinte levantei-me às 3h da manhã para abalar para a Alemanha em trabalho. 

Lembrei-me muitas vezes da Maratona que não fiz … por muito que me custasse, gostaria tanto de fazer rir as pessoas a subir e descer as escadas do avião J

Pese embora a montanha russa de emoções, gostei desta experiência de “correr” a Maratona por fora. Mas não troco por faze-la por dentro – aliás, o meu lugar é lá dentro.

Em Dezembro inscrevo-me novamente, podem ter a certeza!!! JJJ

Como é possível escrever um testamento destes quando nem sequer corri??? 

não se correu mas aproveitou-se o preço de promoção para comprar estas meninas ... agora é estar a 100% para a gastar com montanhas de km

terça-feira

PK nomeado para Sapos do Ano




Pessoal,

O mundo tá perdido, bateu no fundo, fodeu-se!!! Vão buscar um copinho de água com açúcar e sentem-se de forma confortável. Já está? Podem continuar a ler …

Sem rodeios … o Papa Kilometros foi nomeado para os Sapos do Ano na categoria de Desporto. E perguntam vocês …. Mas que raio são os “Sapos do Ano”?

Até há poucas horas atrás também não sabia … os Sapos do Ano são um evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade). E como é que um tasco como o meu vai parar a votação final?  Sei lá … pelos vistos houve um período em que qualquer um pode enviar um mail à organização propondo blogues para as diferentes categorias que estão a concurso (14 no total) – e é aqui que me começo a preocupar com o mundo.

Se eu não sabia da existência deste evento não pude ser eu a votar em mim mesmo, certo? Certo … eu juro que não sabia nada disto – se estiver a mentir, cada vez que me estiver a preparar a sair para correr que me dê a volta à tripa e me obrigue a ficar sentado na sanita durante o tempo que tinha para dar à perna, que nunca mais dê um passo de corrida. Se não fui eu o que me assusta é que houve pessoas que se deram ao trabalho de enviar um mail à organização a dizer que achavam piada ao PK.

Meu Deus … o blogue com mais erros ortográficos de Portugal, incluindo as ilhas e Lourosa … nos 5 blogues finais à votação na categoria de desporto … desporto? Um gajo que faz tudo ao contrário do que vem nos livros? Só se ser parvo, levantar copos ou enfardar comida como se não houvesse amanhã for desporto J

Agora não há nada fazer … temos que ir à luta. E para isso preciso da vossa ajuda … do vosso voto … só tens que clicar aqui (Sapos do Ano), ao fundo da página escolher o PK na categoria de desporto, indicar o teu mail, submeter e já está … não dói nada J

Se acharem que devem votar em outro qualquer tb estão à vontade, afinal estamos num país livre. Mas fiquem a saber que vou ter acesso aos votos e vou controlar um a um … J … tou a brincar, os votos são secretos. As votações decorrem até 30 de Novembro.

Mais a sério, mentiria se dissesse que não fiquei feliz e lisonjeado pela nomeação – sinceramente considero que existem blogues muito melhores, mais bem escritos, sem erros J, mas calhou-me a mim a honra. Obrigado a quem me nomeou para os Sapos do Ano – existe gente com gosto muito duvidoso por aí J