segunda-feira

2ª São Silvestre A-dos Neves 2017


Esta será a prova do ano!!!! CAL & Amigos vão lá estar em força.

A ideia é irmos de excursão, fazer lembrar os passeios de escola quando era puto. Comprar um maço de tabaco para fumar às escondidas, farnel, namoricos ... quem não se lembra de um dos melhores poemas da literatura portuguesa ...


"Sr.Xaufer*
Por favor
carregue mais
no acelerador

Se houver azar 
Não faz mal 
Vamos todos
para o hospital"

Autor: desconhecido

* eu sei que é Chauffeur mas Xaufer é menos chique, mais adequado à excursão de garrafão ...

Calha no mesmo dia da São Silvestre do Porto? Vou falhar a minha 8ª SS do Porto de que tanto gosto? Que se fod@ ... vamos apoiar um dos nossos, o Luis Lobo é o organizador da coisa e vamos lá chagar... cof, cof, cof ... ajudar a que o evento seja um sucesso.


No ano passado foi assim ...




Como nos convenceu? Simples ... bastou uma foto do lanche final ...



domingo

Maratona do Porto 2017 - está encontrado o ritmo para a prova


Foi com esta cara que eu acabei ontem o 3º de 4 treinos longos previsto para a Maratona do Porto. Vá ... abstenham-se desses comentários, cada um tem a cara que lhe deram e não tem culpa - foquem-se no ar de satisfeito, sem estar exausto e de quem ainda tinha mais para dar.

Foi isto ....


Voltei a fazer o longo pelo percurso do próximo dia 5 ... foi muito idêntico ao primeiro longo de há menos de duas semanas, tirando que foram mais uns km substituindo a parte de Gaia com a ida ao Freixo e voltar.

Eram 7.30h estava a arrancar de Matosinhos e posso dizer que os primeiros 10km (50,01min) custaram bastante - faltava motivação e estava a forçar para treinar - achava que não ia aguentar a média de 5min/km nos 30km previstos. Nos 2ºs 10km a coisa melhorou muito (48,39min), veio a motivação, as pernas soltaram-se, a respiração estabilizou e foram feitos em crescendo, mesmo tendo incluído a parte do percurso que eu menos gosto - a ida e volta ao Freixo - os últimos 10km eram os mais durinhos do percurso, pelo desgaste dos km e pelo facto de os últimos 2,5km terem 3 rampas onde subi quase 100mD+ ... mas mesmo assim foram os mais rápidos com (47,21min).


No fim deu aquela cara que está ali em cima. Satisfação enorme por chegar ao fim de um excelente longo com boas sensações, sem estar esgotado (como no primeiro) e força para continuar.

De salientar que fiz este treino como se estivesse em prova ... hidratei, tomei gel de 8 em 8km (falhei apenas o último pq já faltava pouco para acabar) e não parei para fotos. Mantive focado no que o corpo ia dizendo e fiz a gestão de tudo isso.

E correu bem ... acho que encontrei o ritmo para correr esta Maratona e assim um objectivo de tempo. Acho que uma Maratona com um tempo ligeiramente abaixo das 3.30h seria já muito bom, olhando à falta de treinos e a tudo o que tenho passado este ano. É isso que vou tentar ...

Estou a regressar à boa forma ... esta semana fiz pouca coisa. Antes deste longo tinha feito 3 treinos, de 6km (corrida de recuperação da MM Ovar), 7 e 5km. Mas num deles fiz isto ...

 

... pois é ... voltei a correr 5km abaixo dos 20min. O velhinho está a recuperar a forma... 

Ahhh ... voltando ao longo, hoje sinto-me bem das pernocas ... um bocadinho doridas mas nada de especial. Hoje dou descanso e amanhã volto a treinar. Só pode ser da recuperação pós treino ...

ao almoço


ao jantar



Próxima semana ver se faço o último longo ....

Meia Maratona de Ovar 2017 ou Meia Maratona dos Sorrisos




Correu bastante bem a minha participação na Meia Maratona de Ovar.

Tal como mencionado no meu último post esta participação foi encarada como treino longo para a Maratona do Porto, o 2º longo de 4 que espero fazer até final do mês. Depois de ter sofrido bastante no longo de 25km de segunda-feira passada o objectivo hoje era conseguir chegar ao fim o menos desgastado possível.

Depois de uma noite curta ... o Jorge Palma ainda está para as curvas e deu um belíssimo espectáculo para comemorar 45 anos de carreira ... além do bom concerto voltei a sentir-me um jovem, porque ali no meio de 2 ou 3 mil pessoas eu era dos mais novos :):):)


A viagem até Ovar é curta ... 10 minutinhos de carro e pimba ... cafezinho com a malta ... mais uma participação em grande do CAL (22 a correr esta prova). 




A ideia de fazer uns km antes da prova foi posta em prática com algum atraso ... pusemo-nos na treta e quando demos por ela eram 9.30h ... 30 minutos que deram para fazer quase 6km na companhia do Zé Alexandre e do Badolas. Com paragem no carro para comer uma bananita e beber um isotónico a média andou nos 5,25min/km.

Giro giro foi que chegamos atrasados á zona de Partida - quando lá chegamos já o pelotão ia longe e estava a arrancar a caminhada. E lá partiram 3 camisolas vermelhas e verdes do CAL com uns bons 300m de atraso para a cauda do pelotão ... devem imaginar a festa que foi :)


Rapidamente apanhamos a cauda do pelotão ... a minha ideia era fazer os primeiros 10km sem puxar nada e depois, se me sentisse bem, iria fazer os últimos 10km mais rápidos. E foi isso que aconteceu.

Os primeiros 10km foram feitos com o Zé Alexandre ... íamos na put@ da brincadeira, de trás para a frente a "caçar" malta conhecida ... a tirar selfies com alguns deles ... alvos preferidos foram elementos da nossa equipa, dos Pernetas "genéricos", do Sanguedo e claro dos Montemorrow ou lá como se chamam ... e porque digo que hoje foi a Meia Maratona do Sorrisos? Olhem para todas as fotos desta posta ...















E assim fomos até pouco depois da placa dos 10km depois do Dolce Vita de Ovar ... 5,07min/km de média. Despedi-me do Zé que ia fazer a prova mais devagar e arranquei ... queria baixar os 5min/km. Aproveitei a descida ligeira até ao Furadouro (13km) para andar nos 4,30min/km e baixar bastante a média. Como me ia a sentir bem fui mantendo este ritmo que consegui sem grandes dificuldades ... quando entrei nos últimos 2 km a coisa começa a subir ligeiramente e fui na boleia de um outro atleta ... a meio ele quebrou e eu acelerei para fazer o km mais rápido a 4,12min/km ... e acabei assim com um tempo um pouco acima da 1h42 acabando com uma média de 4,48min/km e com capacidade física para manter a corrida no ritmo a que vinha.



Muito bom. Mesmo muito satisfeito por tudo ... fiz 27km no total, bem mais rápidos em média que os 25km de 2ª feira e sem comparação a forma como acabei. Neste momento estou muito bem, pouco empenado ... a grande diferença é que hoje geri a minha corrida como faço nas provas ... hidratei sempre, tomei dois géis, refresquei-me sempre que pude molhando cabeça e pescoço. Uma boa gestão faz toda a diferença. O melhor de tudo sem qualquer ressentir das lesões que me apoquentaram este ano. Estou mesmo de volta :)



Falta referir mais uma organização de excelência onde nada faltou ... para mim a melhor Meia Maratona de todas que conheço.



Agora é voltar já amanhã aos treinos e arranjar 2.30h de tempo no fim de semana para tentar fazer 30km.

Ahhh ... falta o unboxing habitual ...






sexta-feira

Maratona do Porto 2017 - começou a preparação


Com menos de um mês para a Maratona do Porto este titulo é parvo, eu sei. Mas o facto é que a minha preparação para a Maratona deste ano foca-se em voltar habituar este corpinho maravilhoso a correr distâncias mais longas sem parar. E nos últimos meses, se descontarmos as 24h de Vale de Cambra que foi a loucura com 3 longos no mesmo dia, já não fazia uma corrida seguida acima de 20km desde 28 de Agosto e antes disso em estrada tinha feito a Meia de Cortegaça a 14 de Maio (já lá vão 4 meses e meio) .. pelo meio 2 Trails (24k do Poço Negro em inicio de Julho e os 48km do Faial Costa a Costa em finais de Maio). 

Portantos, para correr uma Maratona minimamente preparado faltam os treinos longos aqui ao vosso amigo Perneta. E sei bem da importância que tem. Mas antes de voltar a fazer destes treinos longos um habito semanal era preciso recuperar bem das lesões (faltava curar o Aquiles) e ganhar alguma base de km nas pernas antes de entrar por aí - estou a ganhar algum juízo? Sim, mas não muito, não se preocupem. E foi o que andei a fazer nas duas últimas semanas em que voltei a correr 5 vezes por semana metendo mais intensidade em alguns dos treinos. Pelo meio um treinito ou outro de 15 a 17km e chegou a hora de voltar a correr acima dos 20km.

O primeiro longo foi na 2ª feira passada em que tive um dia de férias ... e nada melhor do que o fazer pelo percurso onde vamos passar no próximo dia 5 de Novembro. Estava calor e sol ... podia ter colocado o carro na marginal da Ribeira para passar 2 vezes a meio do treino e assegurar algum abastecimento que fosse necessário, mas decidi deixa-lo em Matosinhos. Levei apenas 1 garrafa de isotónico (500ml) e um gel - a ideia era gerir isso num percurso de 25km - sabia que não iria chegar para as encomendas (especialmente a hidratação ia falhar) e que iria entrar em modo "sofrimento" mas a ideia tb era essa, no fundo obrigar o corpinho sem combustível a ir buscar os restinhos de energia que ainda sobrassem pelos cantos - mas levei uma notita no bolso, pelo sim pelo não poderia ter que ir beber uma mini (ou duas) pelo caminho :) ... e claro, levei um pacotinho de lenços e o telemóvel para umas fotos (afinal, além de estar um dia lindo e gostar de fotografias, tenho um blogue para alimentar e registar as  minhas aventuras).

Pouco passava das 9.30h e arranquei .... 25km era a meta, se possível a 5min/km ... ainda estava fresco mas isso foi "sol de pouca dura" (lol ... bela chalaça ... "sol de pouca dura" .. sou mesmo engraçado) ...


Pela Avenida Brasil, belas paisagens, tempo e pernas frescas ... 

não demorou muito o sol a aparecer, o tempo a aquecer e a sede a apertar .. ritmo sempre ligeiramente abaixo dos 5min/km 

Foz do Porto ... já se vislumbra o lado de Gaia ... a primeira golada de isotónico foi um pouco depois aos 5km ... a forma de gerir a coisa foi dando-me prémios ... tipo "só bebes quando chegares a xxxx" ... 


A passagem por baixo da Ponte Arrábida é sempre um marco da Maratona, tanto para lá como no regresso ... 

Marginal do Douro, sempre muito bonita ... então com este tempinho ... "maravilha" 

E cheguei à parte velha, Património da Humanidade ... Igreja de S.Francisco e incursão à direita pelas ruas estreitas da Ribeira ... tal e qual o percurso da Maratona ... 

Confesso que com quase 10km e com o sol a bater já ia um pouco desconfortável, com sede, mas ainda faltava muito ... o ritmo médio que tinha chegado a estar em 4,55min/km já se aproximava dos 5min/km ... não por me faltar as forças, mas isto de parar uns segundos por foto tb altera o ritmo ... 

Olha a Ponte D.Luis ... aquela subidinha para o tabuleiro inferior ... upa upa ... mas fiz tranquilo sem stress ... 


Passar para o lado de Gaia ... estar do lado de Gaia é bem mais giro do que estar do lado do Porto ... por causa das vistas :) 

Pensava que o retorno seria na rotunda das caves Ferreira, mas não chegava, tinha que fazer mais umas centenas de metros ... 

Ponto de retorno ... 12,7km média 5,02min/km ... estava cansado e com sede, na prova além de beber e comer, teria com certeza molhado cabeça e pescoço (pelo menos) e estaria bem melhor ... aqui não, a ideia era esta mesmo ... treinar condições mais extremas ... 

retorno feito pelo passeio do lado direito, mais estreito mas com sombras ... 

era isto que queria dizer há pouco, quando digo que estar do lado de Gaia é bem mais giro do que estar do lado do Porto ... 

e por isto ... 

a famosa rampa de acesso à ponte do lado de Gaia ... aiiiii ... custa tanto ... e custou mesmo .. 

Outro dos meus terrores ... a passagem pelo túnel da Ribeira ... vou sempre abaixo, menos no ano passado em que o Zé Alexandre me distraiu correndo ao meu lado .. 

tá feito .... 

5,04min/km aos 15km ... está a derrapar o objectivo ... começa a faltar um bocadinho de força além de continuar com sede ... na Maratona teria tomado um gel, aqui decidi fazer o que se deve fazer quando nos faltam as forças ... aumentar o ritmo (estou a brincar ... não se deve, mas eu fiz pq queria recuperar a média para 5min/km) ...

e comecei a recuperar ... 

olha ela, agora no retorno ... o sol não deu tréguas, batia com força e eu ainda com 250ml de isotónico quente numa garrafa na mão ...  

aquela subidinha para entrar na Avenida Brasil custa mesmo muito, não sobe muito mas é prolongado e com quase 20km nas pernas custa não baixar o ritmo ...  

na Maratona a Avenida Brasil no regresso é interminável ... chegar ao Castelo do Queijo é um martírio .... neste treino não foi muito diferente ... de pernas até que estava razoável, mas faltava energia no corpo, faltava a força e tinha sede ... e continuei sem tomar o gel que trazia no bolso ... 

ohhhh ... tá feito ... quase ... aqui já se ouve o speaker, faltam apenas umas poucas centenas de metros ... a média baixou aos 4,58min/km ... bem bom  

no dia até esquecemos que ainda sobe um bocadito até à meta .... 

Queimódromo estava fechado, mas deu para espreitar lá para dentro ... é ali que vamos ser felizes no dia 5 de Novembro próximo ... 

... ainda faltavam 2km, com boa parte a subir, até onde tinha deixado o carro  ... bebi o resto do isotónico e siga ... o sol estava impiedoso, não tinha força mas continuei a forçar mesmo a subir para não baixar o ritmo ... e aguentei até ca.500m do fim onde levei mesmo com a marreta ... naquela última subida consegui não caminhar mas os ritmos baixaram para 7min/km ou mais ... quando cheguei aos 25km nem queria acreditar ... a média ficou nos 5,02min/km .... muito bom ...  

Cá está  ... ida e volta onde fiz uma boa parte do percurso que nos espera na Maratona do Porto.... já o fiz muitas vezes, mas é sempre bom voltar a fazer ... é lindo ... 

Objectivo cumprido ... longo de 25km feito em condições difíceis. A falta de treinos longos, aliado ao calor e ao facto de ter querido faze-lo com o mínimo de água e sem comer nada. Quebrei mesmo no final ... o que é mais do que normal. No dia será diferente, pois vou hidratar, comer e refrescar-me, ouvir o corpo e adaptar os ritmos pois não terei objectivos de tempo (acho eu) ... sei que vou levar umas pancadas valentes e sofrer um bocadito (acontece sempre), mas em condições normais vou cortar aquela meta. 

Até à Maratona vou fazer mais 3 longos (ou quero fazer) ... no domingo na Meia de Ovar vou fazer uns km antes e depois faço a prova. No fim de semana seguinte quero fazer uns 30km e na semana seguinte (ali por 22/10) mais outro de 30km. É muito em cima? É ... mas é o que se consegue arranjar ...

este já está ... venha o próximo ...