sexta-feira

Volta a Paranhos - tenho que ir à Bruxa



No Domingo passado realizou-se a 61ª edição da Volta a Paranhos, uma das mais antigas provas de estrada de Portugal. Nunca tinha participado. E já me tinha inscrito 3 vezes nos quase 9 anos em que me dedico ao maravilhoso mundo do “corredor de fim-de-semana”. 
Acontece que sempre que me inscrevi me apareceram imprevistos, sempre relacionados com viagens de trabalho de última hora.
Mas este ano não!!! Este ano o feriado de dia 8 calhou ao sábado, e ao sábado não há reuniões com clientes, não há viagens de última hora. Como diz o ditado “à 4ª é de vez” J. Seria este ano que finalmente estaria presente na famosa Volta a Paranhos, apenas a 3 km de casa. Certo? 
Não … errado L. Durante a semana surgiu um imprevisto familiar que me fez decidir não ir. E se eu por acaso ainda tivesse uma réstea de esperança em ir, uma gripe surgiu de fininho na 6ª feira e atacou com força durante o fim de semana tirando o resto da vontade que poderia haver em ir colocar o corpo em red-line durante 40 minutos ali pelos lados de Salgueiros. Paciência!!! Para o ano tento novamente J
A gripe fez com que a semana fosse tudo menos o previsto. Não me deixou treinar no fim de semana. Apenas 3 treinos na semana passada, pouco mais de 30km e 4 dias seguidos sem correr. Vamos ver se não me vai fazer falta para Viana.
valeu este treininho com o grupo mais rápido do Running Espinho

Esta semana vim até à Suiça em trabalho. Nem o muito frio nem ainda alguns poucos sintomas de gripe me tem impedido de voltar aos treinos diários, embora sem exagerar muito na intensidade. Estes treininhos merecem uma “posta” à parte.
No final de semana tenho a São Silvestre de Mozelos, mas que não será para competir – será para fazer de uma forma muito especial, envolvido num projecto solidário do CAL.

segunda-feira

São Silvestre de Aveiro & Motivação em alta



Já não me lembrava da última vez que tinha feito uma prova praticamente sempre no “red line”. Foi no sábado passado na minha estreia a correr em Aveiro, mais concretamente na São Silvestre daquela cidade. 
Estava com as pernas bem pesadas fruto de uma semana de treinos intensos. Estou com a motivação em alta, cheio de vontade e a semana que passou é a prova provada disso mesmo. 
Quais são as “desculpas” mais comuns que arranjamos para não correr?:
- falta de tempo
- frio, chuva, vento ou todas juntas
- cansaço
Pois … eu mesmo com estas 3 “desculpas” ao mesmo tempo e juntando ainda outras como estar numa zona feia* ou o facto de onde eu estava escurecer às 16h, arranjei tempo e motivação para correr todos os dias. 
*Estive em Aschaffenburg, na Alemanha, uma cidade a uns 60km de Frankfurt. Fico aqui muitas vezes, é uma cidade com um centro histórico catita, nas margens do rio Main – tenho muitas histórias relacionadas com corridas nesta cidade, umas bem engraçadas como por exemplo um ou outro desarranjo intestinal durante um treino e as confusões para  arranjar solução para o mesmo (não é para me gabar, mas este post até tá engraçado) J e outros sem piada nenhuma como a lesão que contraí aqui logo após os Caminhos do Tejo deste ano. Acontece que esta cidade, ao contrário de todas as outras que conheço, não investe na zona ribeira … existem caminhos nas duas margens dos rios para passear, correr ou andar de bicicleta … o que não existe é iluminação (nem bares, restaurantes, etc) o que torna a corrida durante a noite uma aventura e potencialmente perigosa. E aqui o vosso amigo como ainda não está na forma ideal para fugir a uns eventuais Mafarricos que possam aparecer, mesmo sendo destemido, não se aventurou para essas zonas. Tive que correr por ruas secundárias, zonas industriais, por passeios das vias rápidas de acesso à cidade … daí dizer que as zonas eram feias, não era por aí que me poderia motivar.
De 2ª a 5ª corri sempre no fim do dia. Na 6ª a única hipótese era de manhã cedo, coisa que fiz. 
apenas o Palácio iluminava a beira rio…

2ª feira fiz series numa rua calma que tinha uma extensão de 1,2km - 8x800m a uma média de 3,52m/km … não é fácil fazer 15km para trás e para a frente  

3ª foi só para esticar as pernocas … não me apeteceu andar novamente às voltas e andei à "deriva" pelos passeios de uma via rápida que me levou para fora da cidade até uma zona industrial 

4ª previa 100min de treino … faltaram 2min, mas achei que 20km ali de um lado para o outro já chegavam… 

5ª feira estava empenado … o plano dizia descanso mas eu achei que precisava de um trote de recuperação … acabei melhor do que quando comecei… 

6ª feira foi o único dia que corri de manhã … saí cedo para 1 horita de corrida descontraída. Saí ainda noite escura mas apanhei os primeiros raios de luz do dia … resultado … única corrida da semana em que aproveitei um pouco as margens do rio e andei de tlm na mão nas habituais fotos  

já tinha apanhado estes "amigos" num treino anterior durante a noite … foi bem mais assustador pq não havia quase ninguém. A esta hora (seriam umas 7h da manhã) já havia muito movimento nas ruas …. eram uns milhares de corvos pretos, bem grandes os bichinhos




E assim cheguei “pesadinho” a linha de partida em Aveiro. O Ambiente estava excelente … a zona ali junto ao Centro de Congressos de Aveiro estava animada pela corrida mas também por outros eventos que decorriam ao mesmo tempo. Ligaram a árvore de Natal gigante e houve fogo de artifício uns minutos antes da partida. Gosto de corridas nocturnas, e gosto especialmente de São Silvestres pelas iluminações natalícias J 

Tinha objectivos para esta corrida … queria aproveitar a “competição” para terminar o meu plano de treinos desta semana.  Faltava um treino de ritmo que dizia 30min entre 4,02-4,05min/km. A minha estratégia era fazer assim a primeira meia hora (daria pouco mais de 7,5km nesse ritmo) e depois olha … era como aguentasse. Tinha a secreta esperança de ficar no minuto 40 o que nos tempos que correm seria excelente.
fui com a Pikinita … desta vez nem um outro calense ou perneta para amostra

Parti sensivelmente a meio do pelotão e não consegui embalar como queria no primeiro km que cumpri em 4m30s ... depois foi forçar e forçar para recuperar o tempo perdido. Cheguei à média pretendida já perto dos 4km e com os bofes de fora a pensar como é que ia aguentar este ritmo mais quase outros tantos km. E ninguém que me venha dizer que Aveiro é plano J … valeu foi que dos 4 aos 5km metade é mesmo plano e a outra é uma descida por um viaduto que nos leva a passar na partida/meta para voltar a fazer uma segunda volta – com isso consegui estabilizar uma pouco a respiração.
O percurso é de duas voltas exactamente iguais de 5km, e leva-nos do Centro de Congressos ao centro de Aveiro, percorremos algumas ruelas paralelas aos canais centrais com algum sobe e desce ligeiro e muitas trocas de direcções. Eu gosto assim J. Tive que me esforçar para chegar aos 7,5km com a média nos 4,05min/km … primeiro objectivo cumprido. E praticamente desisti de chegar dentro dos 40min ao fim – estava estafado, pernas e caixa … andei ali 1km em que o meu relógio ia mostrando por várias vezes 4,15 a 4.20min/km de velocidade e não sentia que tivesse pernas para muito mais. A pouco menos de 2km da meta uma rampa com uns 200m, com uma inclinação bem acentuada que a estes ritmos não é nada fácil. Já vinha a pensar nesta rampa há algum tempo, ia doer … ataquei-a com força e qual não é o meu espanto que consigo fazê-la sem perder velocidade … aproveito a descida do lado contrário para tentar estabilizar um pouco a respiração o que consigo até ao último retorno … falta 1km para a meta e consigo acelerar … apanho o Rui e coloco-me lado a lado com ele … e é assim que vamos os dois até à meta ... corto a meta e o meu relógio aponta 41min e 10km certinhos J … é páh, tivesse esforçado mais um bocadinho e tinha entrado no tal minuto 40 …último km em 3,49min ...
foi por um "pelinho rente" caraças ...

Muito bom!! Estava satisfeito … depois de 2 ou 3 minutos já a respiração estava normalizada. As pernas estavam bem para o esforço que tinha acabado de fazer. Impecável!!! Ainda fiquei na meta à espera da pikinita que conseguiu, tal como eu, voltar a fazer uma prova a um bom nível sinal que tb está a regressar à forma J 
óh pra ela ali a queimar o minuto 50 como se nada fosse… não tarda nada está no nível dela

Esta semana não há cá descanso para ninguém – daqui a pouco mais de um mês tenho uma meia maratona para fazer a este ritmo. Não me perguntem como vai ser possível porque neste momento ainda não sei, mas eu vou à luta J … próxima paragem Grande Prémio de Salgueiros no próximo dia 8. 
Ahhh … e o tempo oficial foi de 40,58min … objectivo 2 cumprido!!! J J J

quarta-feira

Perneta "Bolt"

(Sim... Continuo moreno, e quê??? Foi dos Caminhos de Santiago!!! Cambada de Invejosos)

É verdade … iniciei na 2ª feira um plano de 10 semanas para chegar à Meia de Viana e fazer um brilharete. Eu sei, eu sei … Planos de Treinos e Perneta não combinam muito bem. Descansem que são apenas umas linhas mestres para me guiar nos treinos mais específicos. O resto é "à la Perneta", ou seja, conforme puder e quiser.

O plano que tenho é para 12 semanas, mas como só tenho 10 até 20 de Janeiro saltei as primeiras duas e entrei de gás logo na 3ª ... e comecei logo com umas séries ... o plano dizia 3x1600m para 6m20s (dá 3,58m/km). Fiz um bocadito melhor ... tudo ligeiramente abaixo dos 6min.



Sei que exagerei um bocadinho mas senti-me bem, voltei a sentir aquele secar de garganta, os pulmões a arder, o fraquejar das pernas a partir de metade da distância, deu-me gozo cerrar os dentes e levar cada uma até ao fim, na última até aquele travo a sangue na boca senti. Quis testar a maquina, as últimas semanas estavam a dar bons indícios que se confirmam - ainda tenho um longo caminho pela frente mas confirma-se ... estou a voltar.

Pronto ... só queria partilhar isto por aqui. Falta referir que ontem (um dia depois) me deitei eram 22h tal era o empeno mas hoje regresso aos treinos. Agora vou-me deitar mais um bocadinho e esperar que um dia destes possa voltar a andar normalmente :):):)

Perneta ontem a tentar não dar parte fraca no trabalho

segunda-feira

Adoro o Outono


(este vem no seguimento do post anterior)
Dito e feito. No dia seguinte levantei-me cedo … um pouco antes das 6h da matina. Custou-me muito para ser sincero. Espreito pela janela e está tudo escuro!!! Mas não era suposto o sol nascer às 7h01??? Que grande confusão eu fiz … eu explico …
Em Portugal é menos uma hora do que na Alemanha. Eu fui espreitar a um site alemão que dizia que os primeiros raios de sol iriam aparecer às 7h01 hora alemã. Mas esta minha cabecinha que “já não é o que nunca foi” decidiu complicar tudo e deve ter pensado em hora portuguesa, daí a ter subtraído uma hora quando coloquei o despertador foi um tirinho. Talvez fosse a vontade em ir correr porque às 7h já não teria grande tempo para o fazer.
E agora? Tudo escuro lá fora!!! Que se lixe, já que estou equipado e vou correr J. Não vai dar para explorar a floresta mas dá para correr nas periferias de Bispingen, pela estrada. E não me arrependi … 
como é que eu me enganei???

no regresso a luz apareceu e aproveitei bem os 20-25min que tive a correr com luz do dia... 






e é isto … 



No dia seguinte já na periferia de Leipzig e depois de uma noite complicada – o jantar do dia anterior deixou mossa J … levantei-me com os primeiros raios solares e saí para mais uma corridita matinal. Não tinha grandes espectativas pela zona – o hotel estava inserido numa grande zona comercial, perto da auto-estrada e como já referi mesmo na entrada da cidade de Leipzig. Sem problema porque a ideia era fazer apenas 5km como corrida de recuperação porque as pernas pesavam bastante. Por vezes enganamo-nos redondamente como felizmente foi o caso - com as cores que o Outono nos dá consegues facilmente deslumbrar algo interessante mesmo numa zona que à partida nada tem para oferecer. Não deu foi para mais e foi uma pena … único senão era a temperatura que andava por volta dos 2 graus.
reparem nas cores do céu...

esta canalização exterior (penso que será do Gás) acompanhou-me na grande maioria dos 5km … não digo que seja bonito, mas é diferente …

nascer do sol entre árvores despidas …  

uma sobrevivente!!! Por quanto tempo resistirá? ...estas cores são qualquer coisa …

estava bastante frio … 


nesta foto vemos esta arvore praticamente despida por completo … uns 30 metros apenas mais à frente uma árvore da mesma família completamente vestida (é a árvore da fotografia de capa deste post). Engraçado pois teoricamente estão no mesmo local, com a mesma exposição ao tempo … achei peculiar…

andei por uns bairros periféricos típicos da Alemanha de leste … construções quadradas, tipo caixotes, todas da mesma cor, ambiente industrial … no meio desta zona cinzenta até umas paredes rebiscadas com pouca arte dão algumas pinceladas de cor ao quadro … ficam bem… 

foto da praxe … os tons terra típicos do outono a serem assassinados pelo cinza das minhas sapatilhas :) 

sim … há treinos em que me concentro no que me rodeia … os ritmos, as distâncias ficam para segundo plano … 

tanta coisa em apenas 5km … valeu ou não a pena levantar um bocadinho mais cedo? Eu acho que sim …

Nem só de trabalho e Corrida se fez a semaninha na Alemanha … em Thüringen há que comer a verdadeira Thüringer Bratwurst… perto de Saalfeld, na berma da estrada, caseirinhas, grelhadas na hora, no pão com mostarda … € 1,60 cada …

fiz viagens longas de carro praticamente todos os dias … o tempo esteve bom o que deu "quadros" verdadeiramente espectaculares como este … ir a conduzir durante dezenas de km em direcção a Berlim com este por do sol pelas costas é qualquer coisa... 

as fotos não lhe fazem minimamente jus … digo-vos que era de fazer cair o queixo … 

e à noite em Berlim a visita habitual ao "Möpse", onde além de um ambiente muito bom, de comer um dos melhores hambúrguers de Berlim tens que tirar a tua própria cerveja de pressão … 

poderia ser muito bem mais um lema para os Pernetas … 

cá está o sistema … com um contador por mesa e por bêbado :) 

um gajo anda-se a "poupar" o dia todo para este local … 

depois estraga-se completamente e fica com remorsos (ou não :P ) 

fiquei em segundo lugar (sou o 3) … o primeiro não dá hipótese e esteve comedido (é alemão carago), dos outros dois um era o condutor e o outro uma menina que chegou mais tarde … fraquinho, eu sei …. 

Foi uma semana com 70km em 6 treinos, divididos entre Alemanha e Portugal. Tenho a base para começar a seguir uma espécie de plano de treinos. Serão 10  semanas para me preparar para a Meia Maratona de Viana do Castelo em Janeiro. Já nem me lembro de fazer algo assim e estou motivado – esta semana já tenho séries e treinos de ritmo bem fortes no meu cardápio. Venham eles!!!

terça-feira

Não é justo


Estou na Alemanha para uma semana cheia de km … de carro. Mas também quero fazer alguns a correr. Hoje fiquei numa zona nova para mim, um Hotel numa localidade que se chama Bispingen no norte da Alemanha não muito longe de Hamburgo. Queria fazer um treino mas não sabia o que me esperava .. sabia que a localidade era pequena, mais nada.

Faltavam uns 10km para o destino e quando saí da autoestrada deparei-me com este cenário … espetacular, as cores de Outono misturadas com um por do sol fantástico. Lindo? Sim!!! Mas o sol pondo-se sobra a noite para treinar e sendo uma localidade pequena que não conheço deixa pouca margem para um treino interessante.


Cheguei ao Hotel, check-in em tempo recorde, atirar as malas para o chão, vestir equipamento enquanto sentado na sanita largava uma manada de javalis (que querem??? estes pormenores fazem parte …) e siga para a rua onde ainda apanhei luz do dia … aproveitei para seguir umas placas que levavam a uma floresta …


adoro o Outono … as folhas, as cores...




não posso ver nada …



dá para ver que a luz se está a ir … e eu estou a 2,5km do ponto de partida…

a decisão foi a única possível … regressar ao Hotel… e rápido …

tive direito a um inicio de noite fantástico ...



5km era pouco e acabei por percorrer mais 7km pelos passeios de Bispingen..


NÃO É JUSTO!!! Esta zona merecia uma visita mais demorada com luz do dia … sinto que ficou muito por descobrir …

e fui afogar as mágoas com uma jantarada com tudo a que tenho direito ...



e foi durante o jantar que decidi que isto não fica assim … amanhã decidi levantar-me cedo, com os primeiros raios solares para voltar à floresta e explorar mais um pouco … vai ser bom!!! 

Aproveito para registar aqui que ontem voltei a treinar no red-line já com os olhos postos na Meia de Viana em Janeiro … variações de ritmos e os pulmões a arder no fim … muito bom.

pelo meio tentei fazer 5km abaixo dos 20min. Aguentei o ritmo até aos 4,3km, depois tive que reduzir um pouco porque não dava mais … fiquei satisfeito, estou a voltar …