segunda-feira

Cenas parvas e afins - homenagem a uma companheira de muitas lutas

Quando não se tem nada para dizer inventa-se ...

Com esta “posta” inauguro os capítulos de “Cenas Parvas e afins” aqui por este cantinho, textos com os quais pretendo homenagear cenas minhas, que serão consideradas parvas por qualquer pessoa que não esteja viciada e por dentro da corrida, mas que para nós “loucos” deste desporto nos parecem normais, porque efectivamente nos  ligamos a essas cenas J … espero que a maior parte de vocês tb tenha este tipo de “panca”, caso contrário é melhor eu ir já procurar ajuda especializada JJ
Todas estas fotos tem algo que se repete (além do Perneta claro J) ….










 
 
Acertaram … refiro-me à bolsinha preta que trago à cintura … não é de nenhuma marca conhecida, nem feita de um tecido xpto ultra-leve,  resistente a tudo e mas alguma coisa, não é impermeável , não tem compartimentos mais ou menos secretos, não é aerodinâmica, nem favorece o atrito a cada passada e assim não melhora a performance de quem a usa, muito menos é um produto de design ultramoderno ou de tendência…  é apenas uma bolsa preta, com um compartimento único que abre e fecha com um zip normalíssimo e tem uma fita preta para colocar à cintura …
… mas para mim é muito mais do que isso J … foi a esta bolsa que eu recorri em Março de 2010, quando um dia antes da minhaestreia nestas coisas das corridas (Meia Maratona da Ponte 25 de Abril) me deparei com um problema … “onde é que eu vou meter as chaves do carro, o gel, o mp3 e o telemóvel???” … esta bolsinha preta andava aos caídos lá por casa e pareceu-me perfeita para me resolver o problema … e funcionou tão bem que hoje, passados tantos anos, ainda a uso quase sempre, tanto em treinos como em muitas provas … é nesta bolsa que levo praticamente tudo, com especial destaque para os lencinhos de papel que tantas vezes me tem desenrascado J

Esta posta é apenas uma pequena homenagem a esta minha amiga, que me acompanhou por milhares e milhares de km, em estradas e trilhos por essa europa fora. Está velhinha (começou a largar bocadinhos do forro) mas continua funcional e aí para as curvas.  Por quanto tempo ainda? Não sei … espero que por muitos anos … não a troco por nenhum cinto xpto J

18 comentários:

  1. Ora aí está muita coisa para dizer e contar !temos de facto todos uma "ganda"panca !abraço Carlos e manda mais coisas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que não sou o único ;)

      Excluir
  2. Não há bolsa como a primeira! :)
    E o que essa bolsa já assistiu de primeira fila!!!!!!

    Um abraço a ti e um especial à bolsa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A bolsa já viu muita coisa mesmo ;)
      Abraço

      Excluir
  3. Fosga-se! Nunca tinha reparado que usavas uma mariconera!

    ResponderExcluir
  4. OS LENÇOS SÃO INDISPENSAVEIS!!! :) Histórias giras... mas isso não chateia sempre a bater no mesmo sitio?

    Boas corridas

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, é que nem sempre temos uns fetos à mão ;)
      Abraço e as melhoras rápidas

      Excluir
  5. Eu também sou assim, sobretudo com os TÉNIS. :) O que me custa desfazer deles, mesmo quando comprei uns novos e os antigos estão todos gastos e rotos... Fizemos tantos kms juntos, partilhámos tantos momentos... Não quero ferir os seus sentimentos!!! (dos ténis :D) É como tu dizes, pancadas!:)
    Acho que já tive uma bolsa dessas, para aí nos anos 90! ;)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E pronto.. lá está ela a dar-lhe ... Ténis é um desporto carago!!! :) ... tb tenho essa panca, ainda há uns poucos meses fiz uma limpeza de sapatilhas antigas ... mesmo assim ainda tenho 4 pares, 2 antigos todos empenados ;)
      Anos 90? Olha que nem sei de quando é a minha ... usei-a em 2010 mas já andava cá por casa à uns anitos.
      Beijinhos

      Excluir
  6. Bem a única coisa que tenho de ter sempre quando vou treinar são lenços, de resto só se for a chave do carro, por isso não preciso de bolsa :p

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto ... os lencinhos é que são imprescindíveis ;)
      Abraço

      Excluir
  7. Eu também tive uma pochete inseparável nas provas longas, mas o fecho zip ficou inoperacional... Agora tenho um cinto único, feito à medida segundo projecto meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ... afinal há mais como eu :)
      Abraço

      Excluir
  8. Ahhhhh, epah, agora com corta ventos e coisos não preciso, mas como peso pluma que sou as chaves nos bolsos desiquilibram...
    Também tenho uma( 2 mas uma ofereço a quem não gostar, as costuras lixam os calções) e vou dando uso, para o telelé😉.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha olha ... afinal existem bem mais espécimes como eu ;)Ãbraço

      Excluir
  9. Espectaculo...
    Eu ainda não encontrei uma cena dessas que me ajeitasse !!
    ou são muito grandes e chocalha tudo lá dentro, ou não cabe nem o telemovel !! :(
    Nem imaginas a quantidade de modelos que já experimentei...já desisti de tentar encontrar.

    Sei que há modelos xpto , dessas marcas dos topmaquinas , mas tem um preço ridiculo...nem pensar...enfim , vou continuar com tudo na mão. ;)

    Parabens pela "posta" , cá espero mais capítulos destes... ;)

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe... mas esta é minha!!! Não estou vendedor ... ;)
      Abraço

      Excluir