segunda-feira

Trail de Arouca 2014


Eu vou avisar-vos…não me perguntem como é que um trail de 13,5km dá para tanta lenga lenga, mas deu…já reli tudo várias vezes, deu uma mistela de episódios e histórias mas pronto…é assim e para mim faz sentido. Se estiverem com paciência, façam fvr, se não…façam fvr na mesma. Quem avisa teu amigo é!!!

Ontem, lá por bandas de Arouca, a coisa correu bem, aliás muito bem.

Quando escrevi o poste do “Should i stay or should i go”, eu já sabia o que queria e ia fazer, ou seja…o meu lado mais intuitivo, vá lá, “inconsciente” ia vencer a razão de certeza absoluta. Bora lá competir comigo mesmo J
desde o Paleozóico que não as tirava da gaveta..aliás nota-se


E pronto…ontem de manhã, 10.44h da manhã estava eu a chegar à zona de partida do 12º Trail de Arouca, direitinho de uma corridinha de 2km, uma espécie de aquecimento e ao mesmo tempo a procura de um arbusto mais escondido onde pudesse mudar a água às azeitonas (o que consegui J).

Tínhamos chegado a Arouca à uma hora, mais do que suficiente para tratar de dorsais, tomar um café e andar por ali a confraternizar com pessoal conhecido e sem ser conhecido também. Do CAL eramos 6 atletas (Nuno, Zé Alexandre, Badolas, Bruno, Sr.Dias e eu) e 3 caminheiros (Albina, Gonçalo e o Serafim)…tb o Filipe esteve presente, mas correu por outra equipa, pois o CAL não tem equipa inscrita no Campeonato Nacional de Montanha e ele nesta prova corre pelo ADRC. Connosco foi também o Paulo Pereira, um craque do pelotão nacional, que nesta prova correu pelo Barreira – digo e volto a dizer, não somos os melhores atletas do mundo, mas somos dos mais divertidos e o Paulo que está a milhas da nossa categoria a dar à sola, quando pode, lá se junta aqui aos “fracotes” mas divertidos…e é sempre bem vindo porque é um gajo porreiro J
da esquerda para a direita, cima: Zé Alexandre, Nuno, Filipe, Dias; fila do meio: Bruno, Moi même, Badolas, Gonçalo e Serafim; em baixo só para ser diferente: Albina com o seu "cajado"
tá velhote o gajo...
Notei logo uma azáfama maior do que no ano anterior, e um pouco mais tarde chegou a confirmação de que havia 250 inscritos na corrida (no ano passado foram 160), batendo o recorde de participação. Estavam presentes todos os craques habituais e muitos atletas de pelotão à boleia da moda do “Trail”.

A caminhada saiu meia hora mais cedo para fazer ca.7km, com uma ida e volta à Senhora da Mó, percorrendo em grande parte trilhos que a malta da corrida iria usar. Isto é bem giro e muito bem pensado, porque acabamos por nos cruzar algumas vezes com os caminheiros, que nos incentivam à passagem…e que bem que sabe essa forcinha, especialmente quando é naquelas subidas verticais em que vamos com os bofes de fora, tão características deste trail.

..chegado do aquecimento, fui ter com o pessoal do CAL, e deu-se a partida…saímos do último terço do pelotão… sem stress, comecei com uma passada certinha, e logo a passar atletas. Depois de 200m de subida ligeira, cortamos à esquerda, por entre habitações, sempre em alcatrão para fora da Vila de Arouca, e a coisa começa logo a “empinar” e de que maneira...o meu relógio mais uma vez decidiu fazer greve…já é tradição, não tenho um trail até à data em que tenha o registo total do percurso…no aquecimento funcionou às mil maravilhas…enfim....quando começou a funcionar já ia a meio da primeira subida à Senhora da Mó, por entre trilhos estreitos com muita pedra solta, naturalmente a caminhar, mas com uma passada forte, o coração a mil e a passar atletas.

Conhecer mais ou menos o percurso é uma vantagem muito grande, pois sabemos onde podemos “atacar” e onde devemos ter calma…nesta primeira subida, a minha táctica era não abusar…caminhada vigorosa, a forçar sem exagerar…pelo meio existem um ou outro trilho curto (uma ou duas centenas de metros) quase planos, que muitos usavam para descansar, e eu aproveitava para correr e muito, mesmo com a pulsação a mil…nesta fase passo a primeira vez pelos nossos caminheiros que não se cansaram de me apoiar…muito bom….os últimos metros antes da primeira chegada à Senhora da Mó são num single track praticamente vertical, fila indiana, impossível passar por quem quer que seja, tb não existe vontade nem força para isso…para terem uma ideia, quase que consegues agarrar os tornozelos do da frente…

…chegados lá cima (ca.800m de altitude) com ca.3,5km percorridos, temos agora terreno para correr, em trilhos de terra batida, umas vezes mais estreitos, outras vezes autênticas estradas….primeiro plano onde dou comigo a ritmos por volta dos 4,10-4,20min/km, muito à vontade, depois a descer ligeiramente onde o ritmo abranda um pouco, para acabar com descidas muito acentuadas onde começa a cheirar à queimado de tanto eu ir a travar J…nada a fazer, descidas são o meu handicap. É a meio de uma destas descidas que vindo de trás aparece o Francisco Terra, que conheço via Papa Kilometros, e que conheci pessoalmente nos Pernetas…anda a preparar a primeira Ultra (Geira) e veio treinar a Arouca…andamos um pouco junto, mas depois ele foi-se embora e disse-me “vemo-nos nas subidas”…teve razão, voltei a vê-lo nas subidas, mas só ao longe…nunca mais o apanhei…esteve muito bem J ….como sempre, nesta parte perdi alguns lugares, ao ser ultrapassado por loucos que se “amandam” por ali abaixo como se não houvesse amanhã…mas estava bastante satisfeito, não era supersónico, mas para o habitual ia a dar-lhe bastante bem…

…ca.do km 7/8 acabam as descidas, chegados à Quinta da Candosa começa logo a subir….os músculos nem tem tempo de mudar o chip de “descida vertiginosa” para “subida vertical”….tomo meio gel e bebo isotónico (levei uma garrafa na mão)….lembro-me de ir a suar em bica…o sol atesta e eu tinha cometido um erro com o equipamento….levei camisola de manga comprida preta por baixo do equipamento do CAL…nos dias anteriores tinha estado tempo fresco…e pronto, agora nada a fazer…é aguentar e mais nada…paro num abastecimento de água para beber, e encher a minha garrafa…faço questão de beber no local e não levar uma garrafa comigo….não é por meia dúzia de segundos que vem mal ao mundo…siga…lembro-me muito bem desta subida do ano passado…muito sofri eu à um ano atrás….e desta vez subi sem parar….é uma espécie igual ao “Elevador” do Paleozóico, só que o terreno é um pouco melhor, e claro, em vez de 40 e tal km só levo 8 ou 9km nas pernas…no fim da subida novo abastecimento de água e um senhor da organização a controlar a passagem diz-me “és o 94”…

…”What???” …nunca pensei estar tão bem classificado….até voltei a perguntar, não vá ter percebido mal, mas o senhor disse…”é homem, tenho a certeza…nada mau…”….e lá segui todo contente e com um novo objectivo…quero ficar nos primeiros 100. Atrás de mim, a uma centena de metros, vinham uns 5 ou 6 atletas e à minha frente, tb a uma ou duas centenas de metros iam outros 5 ou 6…até à Senhora da Mó eram mais 2km em estradão de terra batida, com alguma subida mas tb algum plano, depois da Senhora da Mó viria a terrível descida para Arouca….se queria ficar nos primeiros 100 só havia uma coisa a fazer….fazer o troço plano e a subir o mais rapidamente possível, para ganhar avanço o suficiente para a descida final…e assim foi…cheguei à Senhora da Mó em 90º (ia contando enquanto ia passando adversários), antes de começar a descer ainda tinha ali um colega mesmo à minha frente para entrar nos oitentas, mas mal começou a descer foi-se J..

…esta descida é mesmo do pior, tanta inclinação que é quase vertical, single-track com xisto solto para dificultar, que ainda por cima estava molhado da chuva dos dias anteriores, bastante escorregadio…bem…cuidado Carlos, que amanhã tens que ir trabalhar…lá segui, devagar, devagarinho, aos saltinhos e a passo…são umas centenas largas de metros que nos massacram as coxas sem piedade…sou passado por um atleta a meio…nunca mais o vi….olho para trás, já vejo o próximo….pouco depois o trilho melhora finalmente, menos inclinação, piso melhor e dá para correr…conheço estes trilhos, foram os que subimos ao inicio…passo muitos caminheiros, inclusivamente novamente os nossos….mais uns incentivos…maravilha (obrigado Albina, Gonçalo e Serafim J)….ahhhh…estrada…atravessamos e entramos em alcatrão por entre as habitações da periferia de Arouca, muito inclinado…ouço passos atrás de mim…passa-me um atleta da Viana Cycles….tento acompanhar, mas vai muito rápido…mesmo assim vou bem abaixo de 4min/km….quando deixa de inclinar tanto, acelero mais um pouco com facilidade…corte à direita e recta da meta….tá feito…1:32:23 é o tempo que a organização me atribui…pelas minhas contas dá menos um minuto, mas isso não importa….melhorei quase dois minutos e meio em relação ao ano passado (que já tinha sido bom), e fiz todo a prova muito bem…92º lugar no fim…mais de 800m de D+ m 13,5km não é para meninos...espectáculo J

…recebo a minha saquinha com a T-Shirt da prova, água, Ice-Tea, chocolatinho e uma maça…encontro o Paulo Pereira (todo arranhado – quero ver como é que vais explicar isso à tua mulher J)….6º na geral…fonix…nada mau para quem só faz estrada e se enganou duas vezes (fez mais 500m do que os outros)..é para quem pode, não é para quem quer.

Um a um lá vão chegando os atletas do CAL…o Nuno já tinha chegado antes de mim, pouco depois chegou o Badolas e o Sr.Dias, o Zé e por fim o Bruno que teve recepção calorosa de todos nós J

Aqui as classificações do pessoal do CAL:

Atleta
Geral
Escalão
Tempo
Nuno Silva
55
19 (Elite)
01:21:12
Carlos Cardoso
92
17 (M40)
01:32:23
José Coelho
111
31 (Elite)
01:38:42
Lucidio Dias
114
8 (M60)
01:38:52
José Moreira
130
39 (Elite)
01:41:21
Bruno Pinho
172
54 (Elite)
01:58:02

 

Depois banhinho e siga novamente lá para o alto da Senhora da Mó, pela 3ª vez, mas desta vez de carro…foi a que me custou menos, vá se lá saber porquê J….estava na hora da tão afamada Churrascada….cada atleta recebeu uma senha e teve direito a duas sandes de fêvera grelhada, duas bebidas e um caldo verde…tudo muito bom…
Xô Presidente a dar-lhe na erva ;)
ó Zé Alexandre...que nojo ;)
2 super atletas (Orlando e Filipe) a correr e a comer - o Filipe comeu 8 sandes, 3 sopas e bebeu 8 cervejas :) 
o Bruno a ajudar a organização - à pala disto mais uma sandes e uma bejeca...fino este gajo...
as vistas....

…estivemos por ali no “cumbibio”, com malta 5 estrelas, comidinha boa, cerveja fresquinha, um tempo de primavera fantástico e com umas vistas espectaculares…o que é que se pode querer mais? Nada…bem, talvez subir ao pódio?

...pois….no ano passado o CAL tinha ficado em 8ª e como os prémios são até ao 10º, tivemos direito a subir ao pódio. Este ano estava a contar voltar a entrar nos primeiros 10, mas não deu….mais atletas, mais equipas e 12º lugar entre 19 equipas….bem bom, mas não chegou….MAS….acham que o CAL ia sair dali de mãos a abanar…nada disso….para que é que temos o nosso Xô Presidente Lucidio Dias….à pois é….8º no escalão de M60 e pimba…placa de xisto como prémio…vai buscar….grande Sr.Dias….

…como ele não pode estar até ao fim, coube ao Bruno receber o prémio no lugar do Sr.Dias….ficou todo contente, tb é a única forma de ele receber um prémio :P
o cromo todo contente...vai ao pódio
eu contestava...o gajo de branco não tem 60 anos...só tem 55!!!
o Paulinho em 6º...e 60 euritos no bolso


Eram quase 4 da tarde quando regressamos a casa…ficamos até ao fim da festa…belo dia…tudo isto por 7 €??? Não dá para acreditar pois não?

A organização esteve impecável, gente simpática que com pouco faz muito. Somos obrigados a sentirmo-nos bem num ambiente destes, com pessoas assim. Para mim o único senão tem a ver com as garrafas no abastecimento, que não deviam existir…nos 200 ou 300m a seguir aos abastecimentos era só garrafas e tampas espalhadas pelo chão…ele dizem que as vão apanhar, mas acho quase impossível encontrar todas, ainda por cima havia malta que as atirava para o meio do mato em vez de as deixar bem visíveis no caminho…enfim…era obrigar, quem quisesse a beber a faze-lo no local com um copo.

Antes de me ir embora, queria aproveitar para dar os parabéns ao Gil do CAL, pela excelente Maratona de Madrid que realizou ontem. Sem treinar especificamente para a distância mítica, pulverizou o recorde pessoal em 5 minutos…fez 3h19min, num percurso que é duríssimo e que acumula nada mais nada menos que 500m D+. Grande “Campéon” J

Por fim, e como puderam comprovar…nada de fotos durante a “competição”…e o que ganhei? 2 minutos apenas em comparação com o ano passado, em que tirei fotografias e fiz filmes…vale a pena? Acho que sim…gostei de “competir” comigo mesmo e de lutar por um lugar a partir de meio do percurso. E as fotografias daquelas serras maravilhosas, vestidas de diferentes verdes, flores amarelas e violetas com os trilhos castanhos a rasgar por entre os montes e vales, estão na minha cabeça…pois apesar de ir a “competir”, não deixei de curtir as paisagens…mas tb adoro ir a “curtir”…eu sei, sou um indeciso…na próxima? Não sei….”should i stay or should i go”???...decido na horinha J

Eu avisei que era uma confusão danada….modo Meia Maratona “on”….

21 comentários:

  1. Ora o que retive mesmo foi a bela da fêvera no pãozinho.. tinha bom aspecto eheheh e Por 7€ isso tudo???!! Hummmm só cá em baixo é que não existe disso :)

    Parabéns pela excelente prova :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala-te...são 17.30h e ainda falta um bocadito para o jantar....tou cá com uma larica, já marchava uma sandocha daquelas :)
      Pois...parece impossível, como com tão pouco dão tanto aos atletas...merecem todo o apoio.
      ahhh...e obrigado.
      Beijinhos

      P.S. vou comer uma maçã :(

      Excluir
  2. Finalmente descobri por onde andei à quase 4 anos! Sim que a tareia foi de tal ordem que quando cortei a meta não me lembrava de nada hi hi hi hi hi !
    E o CAL já tem um atleta estrangeiro e tudo o Moi Même pelo nome deve ser Árabe ou Marroquino :)))))))))))))))))))))))))) Parabéns pela internacionalização da equipe :)
    Quanto à tua prova e ao relato é o costume: escreves e corres que é uma maravilha! Aquele abraço e dá também um abraço da minha parte ao Moi Même :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge. Pelo menos soubeste entrar no autocarro certo na altura :)
      Esse Moi Même é um gajo muita porreiro, mas um chato do caraças...não sei, acho que é sueco, mas não tenho a certeza ;)
      Um abraço meu e outro do Moi Même

      Excluir
  3. Como sempre, um belo relato! Parabéns pela prova!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Muitos parabéns pelos 2 enormes minutos! :) Nas provas curtas a adrenalina não dá hipótese... é racha ou racha!
    Nos últimos tempos também me tem dado essa indecisão: parar e tirar fotos ou seguir sempre a bombar... Acho que vou mesmo ter que "ir profissional".
    Em relação a este género de provas há várias no mesmo circuito muito semelhantes, como por exemplo a Escalada do Mendro a 8 Jun.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rui....é, nestas provas mais curtas até se pode abusar um bocadinho, pq se der para o torto ainda se consegue acabar as provas. Nas longas já não é bem assim.
      Eu sei que existem várias deste tipo....mas esta é perto de casa (40km) e pronto...gosto e só não volto se não puder mesmo.
      Abraço e bons treinos...tás quase oficilamente Ultra

      Excluir
  5. Grande prova a tua! Tenho mesmo muita pena de não viver mais a norte do país, vocês ai têm locais fantásticos para "trilhar", é verdade que também temos aqui alguns... mas nada como o norte! Deve ser por isso que correr a ritmos Quénianos! (Isto para mim claro lol)

    Abraço e boas corridas :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Pedro....não conheço as provas mais a sul, mas pelo que vou vendo tb são igualmente bonitas. Provavelmente serão menos duras, menos técnicas e com menos desníveis...mas o clima por essas bandas costuma ser mais agreste, especialmente com calor. Não sei....ainda tenho tantas provas para experimentar...um dia destes vou aí, mais a sul experimentar uma prova...esteve para ser S.Mamede este ano, mas tive que adiar para 2015 o ataque aos 100km.
      Abraço e bons trilhos

      Excluir
  6. 'pétaculo Carlos! Parabéns!
    E é claro que valeu a pena, se te sentiste bem e ainda ficaste no top 100!
    Tiraste poucas fotos, mas as que tens são quase tão bonitas como as minhas (ihih) :P
    E parabéns ao CAL também. :)
    Beijinhos
    PS: Aí na primeira foto, a Sra da Mó não se importou que os atletas lhe subissem ao telhado da casa? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Já viste....eu no Top 100...tou muito orgulhoso, até tenho um andar novo e tudo (coisa que dispensava, digo-te já).
      Ehhh....tavas em vantagem nas fotos, tinhas o mar e eu não :P
      Não...a Senhora da Mó não se importou...o problema não era subir ao telhado, o problema era descer pela chaminé :)..
      Beijinhos e bons trilhos

      Excluir
  7. parabéns grande Carlos , e a toda a equipa do CAL , grande prova !

    ...tá em forma o velhote da colheita 19** !! ehehehe Mái nada !!


    Realmente , isso tudo por 7 euros ?? Espectáculo !

    Quanto á tua descrição da prova , é simplesmente fantástico !!
    ...mas como raiu é que tu te lembras dos pormenores todos ??
    ...das descidas e subidas todas ?? incrível !!
    ...e depois ainda a escrever desta forma ?? Espectáculo !!

    Quanto á tua prova e classificação , qual era duvida ? ehehhe

    ...e como já tenho fama de bruto e "sempre a criticar" , explica-me lá uma coisa ??
    Essa historia de "competir com nós mesmo" ?!?!?
    como é que dizes isso... , e depois , vais a "controlar" os que vão atrás de ti e os que vão á frente ?? eheheh
    ...e a fazer contas de cabeça para a classificação ??? :D

    ...é uma cena que não entendo !!
    Parece que se dissermos que estamos a competir (e numa prova) , parece que deixamos de ser boas pessoas , é isso ??
    ...deixamos de ser "populares" por querer chegar á frente do atleta á nossa "frente" ?? é algum mal ?? eheheh
    entendes o que quero dizer ?? :D

    desculpa o desabafo ! eheheh

    Parabéns grande Carlos ,
    abraço
    Artur

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado enorme Artur...esta colheita é do melhor como bem sabes ;)
      Nesta prova é muito fácil não esquecer os pormenores, é curta, depois é sobe, desce, sobe outra vez e desce novamente e já tá :)
      Quanto à "competição" quem é que disse que eu não era competitivo??? Então não fui tentar bater o meu tempo do ano passado...e consegui hehehehe....isso é ser competitivo comigo mesmo. O andar a contar quem vinha atrás e quem ia mais à frente só foi a partir do momento em que me disseram que estava em 94, a partir daí motivei-me com isso e quis ficar nos primeiros 100...quando começou a prova, isso foi algo que não me passou pelo cabeça. Acredita que quando parto para uma prova não compito com ninguém - isso é para os campeões - os meus objectivos são comigo mesmo (um determinado tempo, uma distância nova, uma subida daquelas, etc)...é evidente que se depois puder ficar em 92 não vou ficar em 93, dou o máximo...e não é isso que nos faz melhores ou piores pessoas ou atletas. Afinal quem é que se interessa mesmo pelos nossos tempos e lugares? Nós mesmos, certo?
      Espero ter esclarecido a coisa, e sabes que estás sempre à vontadex para qualquer desabafo...tens aqui um ombro amigo :D
      Não vens a Pampilhosa?
      Abraço e dá-lhe forte

      Excluir
    2. Mais do que esclarecido caro Carlos !! :)

      ...mas que grande conbersa me deste !! hiihihih...

      ...mas entendo o que queres dizer , e tu tambem entendes o que eu "disse" ;)

      Esse da Pampilhosa é quando ??
      ...é muita km ??
      não dês cabo do velhote !! :D

      ...deixa-me cá olha para o "calendário" , e depois te digo ! :D

      continuação de bons treinos grande Carlos
      abraço
      Artur

      Excluir
  8. Grande "Moi Même", fizeste uma prova do caraças!!!

    Parabéns!!!

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehe...obrigado...o Moi Même é uma maquina :)
      Obrigado.
      Abraço

      Excluir
  9. Parabéns grande Carlos!
    Gostei do relato, e aqui para nós...ainda bem que escreveste tanto...não posso ser só eu a fazer relatos tão grandes...eheheh =)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Maravilhosa descrição desta prova e de todos os encantos que ela encerra. É para este nossos grandes apreciadores, atletas e caminheiros que nós encantadoramente nos aventuramos por este país fora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e pelo comentário :)

      Excluir