sábado

Trail de Sicó - história do meu primeiro trail


Andava eu a organizar ficheiros no meu computador e dei de caras com uma pasta com fotografias do Trail de Sicó de 2011 – o meu primeiro trail.
Ao rever as fotografias consegui lembrar-me de alguns episódios e experiências vividas nesta prova – infelizmente na altura não tinha blogue (e estava longe de imaginar que algum dia viesse a escrever sobre as minhas corridas), porque se tivesse com certeza agora, juntando um relato às fotos, poderia recordar muitos mais pormenores daquilo que me aconteceu neste dia.
O que sei é que corria mais a sério à pouco mais de 1 ano, tinha feito duas Meias Maratonas em 2010 além de duas ou três provas mais curtas. Nesta altura andava sozinho…treinava e ia a algumas provas. Andava à procura de distâncias maiores (sem ser a Maratona), tinha ouvido falar em trails e andava curioso…quando andava a pesquisar dei de caras com este trail de Sicó – havia duas distâncias, 15 e 30km. Na altura liguei para a organização…não tenho a certeza, mas acho que na altura falei com o Carlos Fonseca ao telefone, para tentar esclarecer algumas dúvidas (calçado, tipo de treino, etc)…lembro-me, que me disse que para experimentar não precisava de comprar nenhumas sapatilhas de trail e que treinasse muitas subidas….aconselhou-me os 15km para experimentar, mas como não queria dar parte fraca (afinal já tinha feito duas meias Maratonas carago) lá me inscrevi nos 30km. Ainda convenci três colegas do trabalho que gostavam de fazer caminhadas a virem comigo para participar na caminhada que decorreria paralelamente.
Chegado ao dia, cheio de confiança e equipado com as sapatilhas mais velhas que tinha (as minhas primeiras da Nike – nem me lembro do modelo) lá me pus a caminho de Condeixa. Chegamos cedo, fui levantar o dorsal e dar uma volta pelo Pavilhão…e subi ao pódio J
Lembro-me de ir tomar um café com os meus colegas, estar por ali e chegar uma senhora pequenina, morena, já com uma idade mas toda equipada à maneira…ficamos a olhar de lado e lembro-me de uma colega minha dizer qualquer coisa do tipo “esta tb vai correr?” …achei estranho a senhora ser tão acarinhada por toda a gente e memorizei o nr. do dorsal….mais tarde fui ver quem era….já adivinharam não é? Era nada mais, nada menos que a enorme Analice.
Andei por ali a fazer um aquecimento como se fosse para uma prova de estrada, a gastar energia. Naquela altura valia 1h45 na Meia Maratona, e na minha cabeça os 30km eram para ser feitos entre 2h30-2h45 – santa inocência J
Lá chegou o tiro de partida e lembro-me de largar por ali fora, e rapidamente chegar aos 5min/km….o terreno no inicio permitia correr, pois era plano….passamos as ruinas de Conimbriga e pouco depois veio a primeira subida a sério….na altura achei muito estranho a maioria do pessoal começar a caminhar…”eu não!!! Eu estou aqui para correr” J e lá fui por ali acima, até que me acabou a gasolina, dei o pisca à direita e meti-me de fininho na fila indiana com a esperança de que ninguém tivesse reparado J Reparar em mim não devia ser difícil…devo ter feito uma figurinha daquelas…estão a ver a malta do trail, todos equipados, todos xpto e aqui o marmanjo todo de preto (com um dia de sol e calor), calções do futebol e uma sapatilha de estrada todas a rasgar-se…ainda por cima a querer subir uma encosta enorme a correr atrás dos primeiros….que estúpido J






Do percurso não me lembro, apenas de alguns episódios esporádicos:
- lembro-me que acompanhei durante muitos e muitos km uma atleta que era a primeira das mulheres. Acho que só fiquei para trás a mais de meio da prova. Imaginem ao ritmo que eu ia…destemido o rapaz.
- lembro-me de ser passado pela Glória Serrazina (na altura não sabia quem era) já faltavam poucos km…talvez uns 7 ou 8km para o fim. Olhem se eu algum dia consigo acompanhar esta grandiosa atleta. Ela viria a ganhar esta prova.
- tinha perguntado ao atleta Vassoura antes da prova como é que era o percurso…ele disse-me que havia 3 subidas difíceis e que depois era relativamente fácil….até ao abastecimento dos 10km contei 3 subidas difíceis e fiquei todo contente…agora era só facilidades. No abastecimento uma velhota de uma casa deu-me marmelada e disse-me “come rapaz, que precisas de energia porque agora é que vais subir”…. SUBIR??? Mas…
- lembro-me de fortes dores no joelho direito no 2º abastecimento (não sei a quantos km – talvez a meio) e de pensar que assim não ia conseguir chegar ao fim…insisti e a dor diminuiu e eu consegui chegar mesmo ao fim.
- lembro-me de parar muitas vezes nos últimos km, especialmente quando subia.
- lembro-me de ir sozinho, ser apanhado por um atleta bem mais velhoque me deu força e foi comigo alguns km na conversa…perdemo-nos e depois de perguntar a um velhote numa aldeia, lá voltamos a encontrar o trilho certo….pouco depois disse a esse atleta para ir à vidinha dele que eu não conseguia andar mais do aquilo…e ele foi.
- lembro-me de entrar na periferia de Condeixa, ir a morrer de sede e encontrar o Sousa Pinto e a Armandina que estavam a finalizar a caminhada….valeu-me um Powerade do Sousa Pinto para conseguir chegar ao fim.
- lembro-me de cortar a meta desesperado, e pensar que nunca mais me iria meter em mais nenhuma destas.
- lembro-me de encontrar o Pedro no fim, um colega de escola do 9º ano que já não via à anos.
- lembro-me dos bolos no fim.
- lembro-me do banhinho e do regresso a casa.
- lembro-me do empeno…e que empeno, aliás um senhor empeno
- lembro-me que na 2ª feira, todo empenado, já andava a pesquisar a próxima prova J …um clássico J
Uma coisa é certa, para um gajo inexperiente fiz uma prova do caraças, fruto da inocência e alguma maluquice…andei rápido demais no inicio, paguei o preço mas aguentei-me…
Nesta altura já olhava para as longas distâncias e admirava todos que faziam Maratonas e Ultras…sonhava um dia chegar lá J…não iria demorar muito a aventurar-me na Maratona, e esta prova foi um degrau importante para a concretização desse sonho.
Também encontrei algumas fotos da minha primeira prova de todas desde que corro em idade adulta – a Meia Maratona EDP de Lisboa de 2010. Nos próximos dias coloco aqui algumas fotos e o registo de alguns dos episódios de que me lembro.   

14 comentários:

  1. Andaste à procura de tesourinhos deprimentes... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não...os tesourinhos deprimentes é que vieram ter comigo ;)

      Excluir
  2. Relembrar estes momentos sempre é bom, amigo. Parabéns por esta prova. E que visual, hein ? MARAVILHOSO. Meu carinho e admiração.

    ResponderExcluir
  3. "Santa inocência" mesmo! Ihih :) Acho que é sempre assim. Mas depois entranha-se. ;)

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou um cromo, pronto :)
      Beijinhos

      Excluir
  4. Adorei!
    Eu tenho só uma vantagem em relação a ti: quando comecei a fazer provas de trail quase ninguém sabia o que era isso em Portugal por isso nem dava-mos pelas figuras que fazíamos!
    Só me lembro dos atletas Espanhóis, no Piodão, todos equipados com calças, casacos, gorro e luvas e eu pensar mas isto é equipamento para uma prova (e eu já achava que ia prevenido levando um impermeável bem permeável e ligeiro e o "herói do meu tio ia de calções e t-shirt)!.... Quando acabei a prova a tremer de frio é que aprendi que os Espanhóis entendiam muito mais daquilo que eu!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois...nesse tempo é que era só para duros ;)
      Abraço

      Excluir
  5. Ahhh, Santa Inocência!
    Mas o bichinho ficou e é isso que conta!
    Se pensarmos nisso em 2/3 anos a evolução tem sido elevada!
    Abraço, mostra o resto que por ai encontrares:)
    PS: Clássico era teres ido com umas Nike de Futsal, isso é que era!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Futsal uso (usava que agora não jogo) adidas :P
      É...até que já fiz umas coisitas jeitosas desde esta vergonha...o que queres, sou um cromo...mas com muito gosto...hehehehe
      Abraço

      Excluir
  6. mas olha que 30km em 3:22 é muito bom! Sabe bem relembrar estas estreias e gostava muito de ler a tua meia maratona edp 2010.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...pois, acho que não foi nada mau para estreante...na altura fiquei um bocadinho desiludido, mas nem sabia ao que ia :)
      Vamos lá ver se durante a semana arranjo um tempinho para recordar a minha primeiroa meia maratona...tb tem algumas cenas estúpidas...aliás, é o que não falta comigo :)
      Beijinhos

      Excluir
  7. Grande estreia em trail A acompanhar os primeiros e tudo eheheh ;) Não sabias mesmo onde te estavas a meter, não era? E muito menos sabias que isto é completamente viciante!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acreditas que a Gloria Serrazina só passou por mim a 7 ou 8 km da meta??? .....se fosse hoje, nem me atrevia sequer a andar à frente dela :)
      Pois é...foi o inicio de tudo, sem saber que o era...
      Beijinhos

      Excluir